A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018

19/08/2014 17:43

Cassems e Unimed querem incentivo a hospitais que vão faturar R$ 33 mi

Marta Ferreira
Placa detalha investimentos no hospital da Cassems. (Fotos: Marcos Ermínio)Placa detalha investimentos no hospital da Cassems. (Fotos: Marcos Ermínio)

Os dois maiores planos de saúde que atuam no Estado, a Cassems e a Unimed, receberam benefícios fiscais da Prefeitura de Campo Grande para a ampliação e construção de dois hospitais na cidade. O valor dos investimentos envolvidos chega a R$ 163, 8 milhões, segundo as informações do Codecon (Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico). Juntos, os hospitais têm faturamento mensal previsto de mais de R$ 33 milhões, R$ 5,6 milhões do hospital do plano que atende os servidores públicos estaduais e os R$ 27,5 milhões restantes do plano privado.

Segundo a Cassems e a Unimed informaram, com os dois empreendimentos, serão 2.738 empregos. A Cassems vai construir um hospital, do zero, na avenida Mato Grosso, com investimento estimado em R$ 58,4 milhões, em um terreno de 22 mil metros quadrados. A área a ser edificada é de 11,4 mil metros quadrados.

Segundo o plano informou ao Codecon, para solicitar os benefícios fiscais, o empreendimento sustenta 1.380 vagas de emprego. O operadora havia solicitado isenção das taxas e do ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza), sobre as obras de construção, isenção do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) por 10 anos, além da redução do ISSQN sobre os serviços prestados de 5% para 2%.

Ampliação – O investimento para o qual a Unimed pediu incentivos fiscais é a ampliação do hospital, que também fica na avenida Mato Grosso, com área construída de 19 mil metros quadrados, em um terreno de 20 mil metros quadrados. Conforme a operador informou ao Codecon, o número de empregos irá de atuais 616 para 1.358.
A Unimed fez pedidos parecidos aos da Cassems: isenção das taxas e do ISSQN sobre as obras de construção; isenção de IPTU por 10 anos; e redução do ISSQN sobre serviços de 5% para 2%.
A análise sobre a concessão dos benefícios seria avaliada nesta segunda-feira, na mesma reunião do Codecon que aprovou incentivos a empreendimentos com investimento estimado em R$ 111 milhões, incluindo novas lojas de departamento C&A e Avenida. Mas os processos saíram da pauta e vão ser ter uma nova análise técnica até a aprovação.

Hospital Unimed vai ser ampliado, na avenida Mato Grosso. Hospital Unimed vai ser ampliado, na avenida Mato Grosso.
Caixa Econômica Federal não usará empréstimo do FGTS em 2018
Apesar da necessidade de cumprir padrões mais elevados de segurança financeira a partir de 2019, a Caixa Econômica Federal não usará o empréstimo de ...
Déficit deverá ficar até R$ 40 bilhões abaixo da meta, diz ministro
O déficit primário – rombo nas contas do governo excluindo os juros da dívida pública – em 2017 deverá ficar de R$ 20 bilhões a R$ 40 bilhões abaixo ...
Prazo para microempreendedor regularizar situação é prorrogado até sexta-feira
Os microempreendedores individuais (MEI) em atraso com o governo ganharam mais três dias para regularizar a situação. O prazo para a quitação das dív...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions