A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

04/10/2012 15:03

Cesta básica teve alta de 2,34% no mês de setembro

Nícholas Vasconcelos
Batata registrou maior alta da cesta básica em setembro. (Foto: Arquivo)Batata registrou maior alta da cesta básica em setembro. (Foto: Arquivo)

A Cesta básica em Campo Grande teve alta de 2,34% no mês de setembro na comparação ao mês de agosto, passando de R$ 257,38 para R$ 263,39, segundo levantamento da Semac (Secretaria de Planejamento do Estado). No acumulado dos últimos 12 meses, a elevação alcança 11,07% e 5,13% no ano.

O levantamento apontou que as altas foram da batata 18,87%; tomate 11,57%; arroz 10,99%; óleo 4,86%; carne 1,94%; leite 1,91%; macarrão 1,12% e alface 0,55%. Já os produtos apontaram queda de preço foram a laranja 2,62%; sal 2,13%; banana 0,35% e feijão 0,31%. Pão francês, açúcar e margarina mantiveram seus preços inalterados.

De acordo com a secretaria, a alta da batata foi provocada pela quebra de 20% na produtividade da cultura devido às chuvas na época de desenvolvimento do vegetal. O reajuste do tomate foi provocado pela baixa produtividade nas lavouras, com pouca oferta no mercado interno, cenário que deve mudar a partir de novembro, quando a produção será maior.

A boa safra da laranja influenciou a redução de 2,62% nos preços da fruta, assim como retorno da boa produção de sal, alimento que apresentou queda de 2,12%.

Nos últimos seis meses, os produtos que assinalaram maiores altas foram o tomate, o arroz, o óleo, a batata e a margarina. No mesmo período acumulam queda a laranja, o açúcar, a alface, a banana e o feijão.  

Segundo a Secretaria, o trabalhador que recebe um salário de R$ 622 precisou comprometer 42,35% da sua renda no mês de setembro para a compra da cesta básica.

Cesta familiar

A cesta básica familiar apresentou alta de 1,75% em relação ao mês anterior, passando de R$ 1.155,58 para R$ 1.175,79. O acumulado dos últimos 12 meses chega a 8,05% e 4,59 neste ano.

Entre os 44 produtos pesquisados que compõem a cesta familiar, 25 apresentaram alta de preço, 11 apresentaram queda e oito mantiveram seu preço inalterado.

No grupo alimentação, a pesquisa apresentou variação positiva de 1,84%, com a alta de 21,35% cebola; batata 18,96%; tomate 11,57% e arroz 10,96%. Os produtos em queda foram a laranja 2,57%; ovos 0,87% e o sal 0,86%.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions