A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018

19/10/2009 16:43

Clientes já podem aderir à cobrança eletrônica de contas

Redação

Os bancos já estão prontos para receber a partir de hoje (19) o cadastramento dos clientes interessados em aderir à cobrança eletrônica de suas contas, abolindo de forma opcional os boletos bancários e simplificando seus pagamentos.

O cadastramento pode ser feito por pessoa física ou jurídica em mais de uma instituição bancária. Trata-se do Débito Direto Autorizado (DDA), desenvolvido por 70 bancos com apoio da Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

O sistema é inédito no mundo, segundo o diretor setorial de Serviços Bancários da entidade, Iézio Ribeiro de Sousa.

Já foi feito de forma experimental o pré-cadastramento de 1,044 milhão de clientes. Sousa destaca que o DDA será uma forma prática e segura para pessoas e empresas controlarem suas finanças, evitando uma série de transtornos do dia a dia, com a tramitação dos boletos.

Poderão ser cobradas, mediante autorização do cliente, mensalidades escolares, planos de saúde, condomínios, financiamento de imóvel e de veículo. A cobrança também pode ser suspensa a pedido do interessado. As contas de água, luz, gás e telefone não poderão ser cobradas nesse sistema, apenas por débito em conta, como já é feito.

Atualmente os bancos emitem cerca de 2 bilhões de bloquetos de cobrança por ano, e a expectativa é de que em cinco anos 50% desse total migrem para o DDA. A Febraban vai fazer uma campanha sobre o novo sistema no rádio, na televisão, na internet e nas revistas de bordo de empresas de aviação, explicando ao público como vai funcionar. O setor vai investir R$ 2,5 milhões na propaganda, segundo a Febraban.

O diretor do Departamento de Operações Bancárias e de Sistema de Pagamentos do Banco Central, José Antonio Marciano, afirmou que os bancos poderão cobrar do cliente pelo novo serviço opcional, mas terão que seguir as normas da instituição e do Conselho Monetário Nacional.

O público tem também a seu favor os serviços de proteção ao consumidor, em casos de abuso de tarifação, segundo o diretor. Ele diz que o Brasil sai na frente em automação, mais uma vez, e conta com um dos melhores sistemas de pagamentos do mundo.

Dados divulgados pela Febraban indicam que a abolição do uso total dos boletos eletrônicos significaria uma economia de 1 bilhão de litros de água por ano, reduzindo a emissão de milhões de quilogramas de dióxido de carbono na atmosfera, além da economia de energia.

De acordo com a Febraban, o uso do DDA dará ao cobrador vantagens como agilidade, rapidez, certeza do funcionamento, integridade de dados, e segurança. O público, por sua vez terá facilidade de acesso às contas, sigilo e confidencialidade, segurança, ficará livre de transtornos para o recebimento de correspondência e terá a vantagem da automação de seus pagamentos.

A implantação do DDA foi anunciada hoje em entrevista coletiva por dirigentes da Febraban e de representantes dos 70 bancos que participaram do desenvolvimento do sistema.

Caixa Econômica Federal não usará empréstimo do FGTS em 2018
Apesar da necessidade de cumprir padrões mais elevados de segurança financeira a partir de 2019, a Caixa Econômica Federal não usará o empréstimo de ...
Déficit deverá ficar até R$ 40 bilhões abaixo da meta, diz ministro
O déficit primário – rombo nas contas do governo excluindo os juros da dívida pública – em 2017 deverá ficar de R$ 20 bilhões a R$ 40 bilhões abaixo ...
Prazo para microempreendedor regularizar situação é prorrogado até sexta-feira
Os microempreendedores individuais (MEI) em atraso com o governo ganharam mais três dias para regularizar a situação. O prazo para a quitação das dív...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions