ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, DOMINGO  17    CAMPO GRANDE 20º

Economia

Com botijão de gás a quase R$ 115 na Capital, veja como economizar

Em 10 locais pesquisados, valores começam em R$ 92,00, mas tem como reduzir consumo

Por Ângela Kempfer | 23/09/2021 14:23

Botijão, agora a preço de ouro, que pode chegar a R$ 115 com taxa de entrega. (Foto: Arquivo)
Botijão, agora a preço de ouro, que pode chegar a R$ 115 com taxa de entrega. (Foto: Arquivo)

O preço do gás de cozinha continua nas alturas. É difícil encontrar botijão em Campo Grande por menos de R$ 100. Em junho, o preço médio era de R$ 82, agora, para retirada, varia de R$ 95 a R$ 115. Com a taxa de entrega, pode chegar a R$ 125, conforme pesquisa feita pelo Campo Grande News em 10 estabelecimentos de 5 bairros diferentes.

Em média, na Capital, os valores vão de R$ 95 da marca Ultragaz e R$ 100 da Copagaz.

No Bairro Taveirópolis, encontramos o mais caro: R$ 115 para retirar no balcão. No Nova Lima, o valor mais em conta foi de R$ 92 na portaria, sem taxa de entrega. Como é o tipo do produto básico, que não tem como faltar, o jeito é economizar.

Para ajudar o brasileiro, o IDEC (Instituto de Defesa do Consumidor) elaborou uma lista com o que mais consome e algumas alternativas para reduzir o consumo.

1. Evite abrir o forno

Pode ser difícil resistir à tentação de abrir o forno de tempos em tempos para saber como está o alimento. Ao abri-lo, ele perde calor e, dessa forma, gasta mais gás para voltar a temperatura ideal. Marcar o tempo de preparo da receita ajuda a evitar abrir o forno desnecessariamente.

2. Mantenha as bocas do fogão limpas

Se as chamas estiverem meio amarelas ou laranjas, é sinal de que as bocas estão sujas ou com mau funcionamento, onde o fogo perde sua potência e acaba gastando mais gás para cozinhar o alimento. A chama na cor azul significa a queima total do gás em combustão com o oxigênio, ou seja, uma chama mais intensa e mais quente. Limpar com água e sabão deve ser suficiente, se não, procure soluções para remover as sujeiras mais impregnadas e pode até utilizar uma agulha para desentupir os orifícios.

3. Use a panela de pressão quando possível

Embora muitas pessoas tenham medo de usar a panela de pressão, aprender a utilizá-la pode ajudar você a economizar gás, já que ela cozinha os alimentos em menos tempo. Em 1996, o Idec realizou testes de segurança nesses produtos e pressionou o INMETRO para um sistema de certificação obrigatório válido até hoje. Uma boa dica, no caso de grãos como feijão e grão-de-bico, é deixá-los de molho por, pelo menos, 12 horas. Dessa forma, os grãos ficam mais macios, facilitando ainda mais o cozimento.

4. Evite a passagem de vento

Se na sua cozinha tem uma janela que permite a passagem de vento pelo seu fogão, vale a pena fechá-la enquanto cozinha. Isso porque o vento diminui a potência das chamas, exigindo mais tempo para que a panela atinja a temperatura ideal.

5. Cozimento a vapor

Que tal aproveitar o cozimento de um alimento que está na panela para colocar uma escorredeira metálica em cima e já cozinhar outros alimentos no vapor, como os legumes? Assim, você gasta a mesma quantidade de gás para cozinhar uma quantidade maior de alimentos.

6. Use bocas do fogão adequadas

Colocar uma panela pequena em uma boca grande é desperdício do seu gás de cozinha – evite, a menos que esteja com muita pressa.

7. Tampe as panelas

Panelas tampadas aproveitam mais a chama, cozinhando mais rápido, já que o calor não se dissipa para o ar.

8. Corte os alimentos em pedaços menores

Como você pôde perceber, o tempo de uso é determinante para a economia de gás. Por isso, saiba que, quanto menor o corte do alimento, menos tempo ele levará para ser cozido.

9. Planeje o uso do forno

Uma boa ideia, é cozinhar pratos diferentes que usam o forno na mesma temperatura para cozinhá-los juntos. Talvez a sobremesa e o prato principal indo ao forno juntos, sempre tomando cuidado com os diferentes tempos de cozimento.

10. Cheque o botijão de gás e mangueiras

O processo de checagem é simples. De tempos em tempos, verifique as roscas do botijão de gás e os canos do fogão e forno despejando um pouco de espuma de sabão e observando se há algum vazamento, se houver bolhas de ar formando-se, há vazamento. Além de ajudar na economia, evita acidentes.

11. Planeje e otimize o preparo das refeições

Aproveitar o tempo na cozinha para preparar refeições pensando nas próximas, pode significar não precisar usar o fogão no dia seguinte. Faça porções maiores, especialmente dos acompanhamentos, e o que sobrar, você ainda pode congelar.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário