A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Agosto de 2017

06/04/2017 10:50

Com hortifrutis em alta, cesta básica fica R$ 6,50 mais cara em março

Priscilla Peres
Batata e tomate elevaram o preço da cesta em março. (Foto: Arquivo Campo Grande News)Batata e tomate elevaram o preço da cesta em março. (Foto: Arquivo Campo Grande News)

A Cesta Básica de Campo Grande ficou 1,70% mais cara em março, o que representa R$ 6,57 a mais no custo total de R$ 391,95. Esse foi o primeiro aumento do ano, que interrompeu uma trajetória de quatro meses em queda de acordo com o Dieese/MS (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).

A alta foi influenciada pelo preço dos hortifrútis no mês. O tomate ficou 29,5% mais caro em março, devido à baixa oferta após período de abastecimento e muitos descartes. Já a batata que subiu 11,17%, influenciada pelas chuvas que chegaram a interromper a colheita em alguns estados.

Em contrapartida, sete itens da Cesta Básica tiveram queda nos preços, apesar de pequenos. O mais expressivo foi o óleo de soja que ficou 2,16% mais barato no mês, principalmente devido à alta produtividade das lavouras brasileiras e diminuição do preço internacional.

Chama a atenção o preço da carne bovina que acumula a terceira queda consecutiva. Em março, a retração do item foi de 2,07% e a média do quilo está em R$ 20,18. A banana também tem tipo uma sequência de redução no preço.

Mensalmente o Dieese pesquisa 13 itens que compõe a Cesta Básica em 27 capitais. Campo Grande aparece em 9º no ranking dos preços de março, sendo Porto Alegre a mais cara com R$ 437,22 e Rio Branco a mais barata, com custo mensal de R$ 323,34.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions