A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Outubro de 2018

29/04/2018 16:00

Com preço acima de R$ 4, diesel de MS é um dos mais caros do Brasil

Valor é o maior da série histórica; em 45 dias, Petrobras praticou 30 reajustes

Osvaldo Júnior
Combustível está mais caro na bomba (Foto: Arquivo)Combustível está mais caro na bomba (Foto: Arquivo)

O litro do óleo diesel já passou da casa dos R$ 4 nos postos de Mato Grosso do Sul. Esse valor é recorde e coloca o preço do estado entre os maiores do País. Conforme mostra levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), o combustível tem preço médio de R$ 3,751 e é comercializado por R$ 3,599 a R$ 4,079, o oitavo maior valor do Brasil.

O levantamento da ANP é semanal e os últimos dados são referentes aos dias de 22 a 28 deste mês. De acordo com os números da agência, o valor máximo do diesel em Mato Grosso do Sul só é superado pelos tetos de Tocantins (R$ 4,66), Acre (R$ 4,479), Bahia (R$ 4,299), São Paulo (R$ 4,270), Pará (R$ 4,270), Mato Grosso (R$ 4,210) e Amapá (R$ 4,090).

Em Mato Grosso do Sul, o maior preço (R$ 4,079) é praticado em Três Lagoas e o menor (R$ 3,599) em Campo Grande. No histórico do estudo, não há registro de valor máximo acima do patamar de R$ 4.

Petrobras – O encarecimento do diesel é impulsionado, entre outros fatores, pela política de preços praticada pela Petrobras. A estatal reajusta quase diariamente os valores às distribuidoras para acompanhar, conforme justifica, os preços internacionais. “A paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos”, afirma.

Desde a segunda quinzena do mês passado, foram 30 reajustes. Em março (desde o dia 16), os preços do diesel foram alterados 11 vezes e, em abril, 19. No último aumento, o valor do combustível passou de R$ 2,0953 para R$ 2,1112.

Com os aumentos constantes da Petrobras, o diesel encareceu 20,79% em 45 dias, passando de R$ 1,7478 (16 de março) para R$ 2,1112 (dia 28 de abril). A alta é expressiva em um cenário de baixa inflação.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions