A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

19/06/2012 20:36

Com suporte de incubadoras, microempresas se consolidam no mercado

Nyelder Rodrigues
Incubadora Mário Covas é uma das que oferece auxílio para as microempresas que estão sendo abertas em Campo Grande (Foto: Divulgação)Incubadora Mário Covas é uma das que oferece auxílio para as microempresas que estão sendo abertas em Campo Grande (Foto: Divulgação)

Em aproximadamente dois meses a empresa Vô Hermínia começa a operar no Polo Empresarial Paulo Coelho Machado, em Campo Grande, na saída para São Paulo. Serão produzidos temperos preparados e desidratados, além de algumas conservas, como a de ovo de codorna, um dos carros chefe.

A empresa, de pequeno porte, é uma iniciativa que começou na Incubadora Municipal Norman Edward Hanson, no bairro Santa Emília, tendo suporte inicial para espaço físico e assessoria técnica sem custo. Além dela, outras 31 empresas também já saíram das incubadoras e hoje estão em pleno funcionamento.

Atualmente, a incubadora do Santa Emília têm sete incubadas residentes e 10 à distância, todas do segmento de alimentação. Entre uma das empresas que dali saíram estão a Bisukinho, que faz sucesso no mercado vendendo iogurte congelado em saquinhos.

O projeto da Vô Hermínia assegurou os incentivos fiscais garantidos pelo Prodes (Programa de Desenvolvimento Econômico e Social), além do terreno no pólo empresarial. O investimento previsto é de R$ 300 mil.



Não tenho nenhum comentário a ser feito,é por causa de sua empresa ter iniciado em uma incubadora,quero saber como foi essa experiência e a importância de fazer parte de uma incubadora no inicio de sua atividade.desculpe pela a curiosidade,pois estou desenvolvendo o meu tcc sobre a importância da incubadora para o empreendedor e para a economia local .preciso com urgência de sua resposta.Obrigado,
 
Edenilda Rodrigues do Patrocinio em 29/09/2012 01:00:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions