A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

12/11/2009 17:03

Comércio espera contratar mais de 3.000 para o Natal

Redação

Começou o período de contratações temporárias para o final do ano. A ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande) e a Fecomércio-MS (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) estimam a admissão de mais de 3.000 funcionários temporários na Capital.

A previsão mais positiva é a da ACICG que, em razão do bom momento econômico para o setor, acredita na contratação de até 3.200 pessoas. Em 2008, mesmo com vendas fracas no varejo (crescimento de 2,7% em dezembro, em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo o IBGE), foram 3.000 contratações temporárias.

Historicamente, 25% dos admitidos para trabalho temporário acabam efetivados. Foi o caso da vendedora Patrícia Miranda Centurião, de 29 anos, que começou a trabalhar na Livraria Lê, da Antônio Maria Coelho, no final de 2008 e continua lá até hoje.

Ela já tinha experiência como vendedora, mas estava desempregada há 4 meses. "Eles falaram que quem se destacasse iria ficar, mas eu não tinha muita esperança porque muita gente entrou junto, cerca de 10 pessoas", conta.

Para contratar, sem problemas trabalhistas, o assessor jurídico da Fecomércio, Walfrido Ferreira de Azambuja Júnior, recomenda que a contratação deve ser feita através de uma prestadora de serviços, como agências de empregos, que ficam responsáveis pelos encargos trabalhistas.

A contratação é feita por três meses como período de experiência, que pode ser prorrogado por igual período, com carteira assinada. No caso de Patrícia, após os primeiros três meses ela já foi registrada como funcionária efetiva da livraria.

O trabalhador temporário tem os mesmos direitos e benefícios que um funcionário efetivo tem como salário equivalente a função, férias, um terço de férias, 13° salário, FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e o período conta para a aposentadoria.

Hoje, a Fecomércio realiza a plestra "Temporário SIM! Informal N

Procon da Capital abre campanha para orientar comércio e consumidor no Natal
O Procon (Subsecretaria de Proteção e Defesa do Consumidor) de Campo Grande dá início nesta segunda-feira (18) a uma semana de orientação e atendimen...
Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions