A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 16 de Outubro de 2018

20/09/2012 08:17

Companhia Gol anuncia voo direto de Campo Grande ao Rio de Janeiro

Francisco Júnior
Governador André Puccinelli durante reunião com representantes da Gol. (Foto: Edemir Rodrigues)Governador André Puccinelli durante reunião com representantes da Gol. (Foto: Edemir Rodrigues)

A Gol Linhas Aéreas irá iniciar em dezembro a operação de um voo direto entre Campo Grande e a cidade do Rio de Janeiro. O anúncio foi feito ao governador André Puccinelli pelo diretor de Relações Institucionais da companhia, Alberto Fajerman, em reunião hoje (19), na Capital.

De acordo com Fajerman, a previsão é iniciar no começo de dezembro de 2012 a rota direta Campo Grande – Rio de Janeiro – Campo Grande, com saída da Capital às 6h25 e o voo de retorno saindo do Aeroporto Internacional do Galeão às 22 horas. “Este está certo de acontecer, os procedimentos estão adiantados, temos pedido para este voo”, assegurou o diretor da Gol.

Na audiência também foi discutida e retomada do voo de Campo Grande para Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, que foi suspenso no início de setembro, e incentivo do governo estadual para a empresa operar em Bonito.

De acordo com a diretora-presidente da Fundtur, Nilde Brun serão feitas ações conjuntas para promover essa nova opção de voo, começando pela feira da Abav, que acontece em outubro, no Rio de Janeiro.

Bonito – André Puccinelli disponibilizou incentivos que o Estado pode conceder para a Gol implantar um voo até a cidade de Bonito. A empresa tem interesse em fazer o itinerário, se as condições de operação forem viáveis.

A Gol tem interesse em fazer o itinerário, se as condições de operação forem viáveis. Nilde Brun acredita que a rota pode ser viável, com aproveitamento de aeronave da empresa que já pernoita em Mato Grosso do Sul.

O governador explicou que é possível conceder isenção de 50% de ICMS em crédito outorgado sobre o combustível, no mesmo modelo do que é concedido para a Trip, que opera dois voos semanais regulares e um voo charter para o destino. Na prática, o incentivo significa que, abastecendo no aeroporto de Bonito, o custo do imposto tem isenção de 50% na alíquota regular de 17%. A proposta vai ser avaliada pela companhia aérea, e o diretor Alberto Fajerman demonstrou satisfação com a prontidão do governador em encaminhar alternativas que viabilizem a operação.

Na reunião, a companhia informou a possibilidade de volta do voo da Gol entre Campo Grande e a cidade boliviana de Santa Cruz de La Sierra, suspenso no início deste mês. O cancelamento, conforme o representante da companhia aérea, não ocorreu por problema de baixa demanda, mas por questões operacionais envolvendo o limite de quantidade de frequências semanais internacionais acordadas entre os países. A questão está sendo revista e poderá ser solucionada com a obtenção de autorização para mais sete frequências solicitadas pela Gol.

Dólar abre semana em queda de 1,25%, cotado a R$ 3,73
O dólar abriu a semana em queda de 1,25%, fechando a segunda-feira (15) cotado a R$ 3,7312. Durante o dia, a mínima foi de R$ 3,7134 e a máxima de R$...
Boletos vencidos já podem ser pagos em qualquer banco
Os boletos com valor a partir de R$ 100, mesmo vencidos, poderão ser pagos em qualquer banco. A medida entrou em vigor no último sábado (13) e o prim...


Parabenizo a iniciativa, que muito distingue o desenvolvimento regional do turismo. Recomendo empreender esforços para consolidar as negociações.
 
Arnaldo Leite em 20/09/2012 09:18:13
Tudo bem, ter esse voo de Campo Grande ao Rio de Janeiro, desde que a Gol linhas aéreas sirva algo descente no serviço de bordo. Pq convenhamos, daqui até Sao Paulo um pacotinho de bolachas ou amendoim no voo da madrugada é muito péssimo. Sendo que os check in no Rio de Janeiro é apartir das 14 horas.
 
Jaqueline Brum em 20/09/2012 01:21:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions