A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

14/12/2010 08:39

Consumidor da Capital deve gastar mais no natal de 2010

Ana Maria Assis
 Consumidor da Capital deve gastar mais no natal de 2010

O consumidor da Capital deve pagar mais caro pelos produtos de natal. É o que indica o Levantamento do Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais (Nepes), da Universidade Anhanguera-Uniderp.

Conforme a pesquisa, dos 57 itens analisados da Cesta Natalina, 37 apresentaram aumento nos preços. A pesquisa compara os valores praticados em dezembro deste ano com o mesmo período do ano passado.

A variação média da cesta natalina de 2009 para 2010 foi de 9,5%, por exemplo, bem acima da inflação acumulada nesse período, na cidade de Campo Grande, que foi de 5,93%.

Alguns dos produtos que se destacaram com altíssimas elevações de preços são: feijão, com aumento de 109,77%, laranja, de 84,95%, capa de contrafilé, de 76,79%, uva, de 66,67%, queijo minas, de 51,46% e castanha do Pará com casca, de 49,5%. Produtos típicos da época a exemplo do peru, chester e vinho branco podem ser encontrados com aumento de até 16,99%, 17,42% e 35,78%, respectivamente. Na contramão, quedas significativas de preços puderam ser percebidas no valor da cebola, de -53,54%, filé de merluza, de -37,43%, nozes, de -37,92% e tomate, de -29,53%.

Quando analisados os produtos por subgrupos os índices apresentam a média de: panetones e biscoitos, com índice de 3,28%; verduras e legumes, de – 30,75%; frutas, de 33,43%, cereais (arroz e feijão), de 54,54%; bebidas, de 6,27%; leite e derivados, de 21,38%; farinhas e massas , de 8,88%; carnes e derivados, de 23,92%; importados, de -13,76% e geral, de 11,27%.

As carnes, de modo geral, continuam sendo as grandes vilãs, não só da cesta natalina, mas na composição mensal da inflação da cidade. A capa de contrafilé, varia 76,79%; contrafilé, 46,29%, alcatra, 33,95% e costela de cordeiro, de 36,18%.

Já os produtos importados, de acordo com a pesquisa, estão com preços menores ou nos mesmos patamares do ano anterior. Isso se deve à forte valorização do real frente ao dólar.

(Com assessoria)

Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions