ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, QUINTA  18    CAMPO GRANDE 23º

Economia

Dia dos Namorados: 65% dos consumidores da Capital vão comprar presentes

Pesquisa feita com 343 pessoas mostra tendências de consumo e preocupação com os preços e qualidade

Por Jhefferson Gamarra | 10/06/2024 16:55
Vitrine de comércio decorada para o Dia dos Namorados (Foto: Arquivo/Campo Grande News)
Vitrine de comércio decorada para o Dia dos Namorados (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

Com a proximidade da data mais romântica do ano, o Procon Municipal realizou pesquisa entre os dias 03 e 07 deste mês, entrevistando 343 consumidores sobre suas intenções de compra e planos para o Dia dos Namorados. Os resultados não apenas destacam tendências de consumo, mas também mostram a preocupação com os preços e a busca por qualidade.

Conforme a pesquisa 65,6% dos entrevistados afirmaram que planejam presentear seus parceiros. Os segmentos de moda, perfumaria e eletrônicos lideram as preferências. Além dos presentes materiais, a pesquisa apontou um aumento no interesse por experiências e momentos a dois, como jantares românticos e viagens.

A forma de comemorar o Dia dos Namorados também varia bastante conforme pesquisa em Campo Grande. Cerca de 35,1% dos consumidores preferem celebrar em casa, buscando um ambiente mais íntimo e personalizado. Já 21,8% planejam sair para restaurantes, enquanto 14,1% optarão por bares. Hotéis e motéis serão o destino de 13,3% dos casais, 10,1% escolherão o cinema e 5,6% têm outros planos em mente.

A preocupação de 85,8% dos entrevistados é o aumento nos preços dos presentes e serviços este ano. Essa percepção está levando muitos consumidores a buscar promoções e descontos especiais, a fim de garantir presentes de qualidade sem comprometer o orçamento. Conforme o levantamento, 80,2% dos consumidores farão uma pesquisa de preços antes de comprar. Quanto ao investimento no presente da pessoa amada, 49,8% dos consumidores pretendem gastar entre R$ 100 e R$ 200, enquanto 25,1% planejam desembolsar entre R$ 200 e R$ 500.

"Conseguimos identificar a importância de realizar uma pesquisa de preço previamente e, sempre que possível, optar por produtos com garantia de qualidade. O Procon continua acompanhando de perto o mercado de consumo na região, garantindo a proteção e a defesa dos direitos dos consumidores. A pesquisa de intenção de compras é mais uma ferramenta importante para orientar os consumidores e contribuir para um relacionamento saudável entre consumidores e fornecedores“, destaca José Costa Neto, subsecretário do Procon Municipal de Campo Grande.

Nos siga no Google Notícias