ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, TERÇA  07    CAMPO GRANDE 30º

Economia

Edital para conclusão da UFN3 será aberto em fevereiro, garante Reinaldo

Por Liana Feitosa e Leonardo Rocha | 28/10/2015 13:56
"Já conversamos com o presidente da Petrobras e com o diretor de gás e energia. Eles nos disseram que em fevereiro será lançado edital buscando um novo parceiro aprovado para o projeto", disse governador Azambuja. (Foto: Chico Ribeiro/ Assessoria Governo)
"Já conversamos com o presidente da Petrobras e com o diretor de gás e energia. Eles nos disseram que em fevereiro será lançado edital buscando um novo parceiro aprovado para o projeto", disse governador Azambuja. (Foto: Chico Ribeiro/ Assessoria Governo)

Para garantir término da construção da fábrica UFN3 (Unidade de Fertilizantes Nitrogenados), da Petrobras, o Governador Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou que, no próximo mês de fevereiro, será lançado edital buscando novo parceiro para a conclusão do projeto.

“Já conversamos com o presidente da Petrobras e com o diretor de gás e energia. Eles nos disseram que em fevereiro será lançado edital buscando um novo parceiro aprovado para o projeto. Com isso, esperamos que a obra seja concluída ainda no ano que vem”, afirmou o governador no auditório da governadoria na manhã desta quarta-feira (28).

Ele confirmou a vinda da presidente Dilma Rousseff (PT) a Mato Grosso do Sul na sexta-feira (30) para lançamento da pedra fundamental de outra grande obra em Três Lagoas, a duplicação da Fibria em Três Lagoas, distante 338 km de Campo Grande.

A presidente será recepcionada pelo gestor estadual às 9h30 no aeroporto de Três Lagoas, segundo Azambuja. “O chefe de gabinete da presidente me ligou combinando”, completou o governador.

De acordo com ele, o governo estadual desempenhou papel importante para que o investimento de ampliação da Fibria fosse possível, já que concedeu vários incentivos fiscais a gigante produtora de celulose, como acesso a recursos do FDCO (Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste).

“A Dilma também teve papel importante em função do financiamento dos bancos oficiais, como o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Ela ajudou na parte financeira”, disse Azambuja.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário