A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 19 de Novembro de 2018

31/10/2018 09:38

Em dois meses, Prefeitura da Capital conseguiu R$ 30 milhões com o Refis

Na primeira etapa, foram R$ 22 milhões e, no segundo mês, mais R$ 8 milhões, segundo secretário de Finanças

Mayara Bueno
Contribuintes na Central do Cidadão, em Campo Grande. (Foto: Divulgação/PMCG).Contribuintes na Central do Cidadão, em Campo Grande. (Foto: Divulgação/PMCG).

Até esta quarta-feira (dia 31), a Prefeitura de Campo Grande arrecadou R$ 30 milhões com o Refis (Programa de Refinanciamento de Dívidas), cujo prazo termina hoje.

Segundo o secretário de Finanças do município, Pedro Pedrossian Neto, R$ 22 milhões foram arrecadados em setembro, primeiro mês de execução do Refis e, em outubro, até esta manhã, R$ 8 milhões.

Nesta quarta, a Central de Atendimento, localizada no prédio ao lado do Paço Municipal, na Avenida Afonso Pena, atende o público que ainda procura o serviço para renegociar suas dívidas.

Durante a execução do Refis, foram oferecidos descontos de até 85% em cima dos juros. Este é pelo menos o quatro programa desta origem oferecido pela atual gestão da Prefeitura de Campo Grande.

Anteriormente, o secretário afirmou que o dinheiro arrecadado com as dívidas será usado para subsidiar parte do 13º salário dos servidores e outras despesas do município.

No total, são R$ 2,6 bilhões de dívidas de contribuintes inadimplentes com a Prefeitura da Capital. A expectativa, informada no início do programa, era de arrecadação de R$ 25 milhões somando as duas etapas.

Um projeto de lei, que tramita na Câmara Municipal de Campo Grande, tenta prorrogar a vigência do Refis. Contudo, segundo o presidente da Casa de Leis, João Rocha (PSDB), ainda serão feitos estudos para avaliar se a medida poderá ser aplicada pelo município.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions