A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

23/05/2012 19:34

Em sua 9ª edição, Feira de Imóveis já abre com negócio fechado

Paula Maciulevicius

Consumidores podem aproveitar a redução de 20% na taxa de juros, incentivada pelo governo federal desde o começo de maio

Com a expectativa de vender R$ 50 milhões de hoje até sábado, 9° Feirão foi aberto nesta 4ª. (Foto: João Garrigó)Com a expectativa de vender R$ 50 milhões de hoje até sábado, 9° Feirão foi aberto nesta 4ª. (Foto: João Garrigó)

A feira estava aberta a menos de meia hora e o imóvel mais barato já havia sido comprado. “Fechou agora”, disse o gerente de vendas da imobiliária, Luciano Rodrigues. A casa de 40 m² no bairro Noroeste foi o primeiro negócio fechado do estabelecimento, no valor de R$ 75 mil.

“Nossa expectativa é sair melhor do que no ano passado”, completou. A exposição de imóveis realizada no último feirão rendeu negócio pelos quatro meses seguintes.

A imobiliária também oferece o contraponto. O imóvel mais caro da Feira. Um apartamento no edifício Renoir, de 313m² saindo por R$ 980 mil.

A 9ª edição oferece de casas e apartamentos na planta, em fase de término e já de terceiros, o que seriam os “usados”.

Imobiliária fechou primeiro negócio logo no começo da feira. Expectativa de gerente é superar vendas do feirão passado. (Foto: João Garrigó)Imobiliária fechou primeiro negócio logo no começo da feira. Expectativa de gerente é superar vendas do feirão passado. (Foto: João Garrigó)

Com a expectativa de vender R$ 50 milhões de hoje até sábado, o superintendente da Caixa Econômica Federal, Paulo Antunes fala do perfil do público que tem comparecido cada vez mais à feira.

“A gente observa que são recém-casados, na faixa de 20 a 30 anos que estão à procura do primeiro imóvel”.

O casal Helder Nascimento de Oliveira, 22 anos e Joseane Martins Miranda, 20 anos, confirmam. Estavam à procura do primeiro imóvel. “Aluguel é complicado, a gente ouviu falar das facilidades e veio ver se a proposta corresponde ao que a gente procura, como pode ser”, respondeu o casal.

Os consumidores podem aproveitar das vantagens com a redução na taxa de juros, incentivada pelo governo federal desde o começo de maio. “A redução foi de 20%, tanto no empréstimo como no crédito para compra da casa própria”, ressalta o superintendente.

O superintendente explica que os negócios nem sempre são fechados ali, mas que o financiamento pode sair já na próxima semana. Com subsídio de até R$ 23 mil, Paulo Antunes reforça que o financiamento não depende apenas da renda.

“Depende do comprometimento mensal de cada família. A Caixa apura se existe capacidade de pagamento daquela parcela”, diz.

Casal confirma, público de feirões são jovens em busca do primeiro imóvel. (Foto: João Garrigó)Casal confirma, público de feirões são jovens em busca do primeiro imóvel. (Foto: João Garrigó)

No caso de Jucimária Gonçalves Ramos, 38 anos, a ideia dela e do marido é comprar o segundo imóvel e alugar onde moram. “Viemos dar uma olhada nas propostas, casa ou apartamento, depende do valor. Porque imóvel a gente nunca vende, sempre adquire”, disse.

A abertura da Feira contou com a participação do prefeito Nelson Trad Filho (PMDB). Em seu discurso, Trad falou do apoio que a prefeitura sempre deu à feira. “É uma comunhão de esforços entre a Caixa, entidades e a prefeitura, para que possamos comemorar ao final de cada feira. No montante de negócio o foco é o cidadão, que vai ter oportunidade de realizar seu sonho”, comentou Nelsinho.

Feirão - Mais de 30 empresas, entre imobiliárias, construtoras e incorporadoras, participam da 9° Feira de Imóveis de Campo Grande que segue até sábado. Ao todo são 5 mil imóveis disponíveis, com valores entre R$ 80 mil e R$ 1 milhão. A expectativa é que 15 mil pessoas passem pelo evento.

De acordo com a Caixa, já foram liberados R$ 488 milhões em financiamento habitacional desde janeiro até o dia 6 de maio deste ano, representando 6,158 mil imóveis. O valor representa no mercado de Mato Grosso do Sul um crescimento de 95% em relação ao ano passado, onde no mesmo período - de janeiro a 6 de maio - o valor liberado foi cerca de R$ 278 milhões, o que representou 3,468 imóveis.

A feira é realizada no Armazém Cultural, das 10h às 21h.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions