A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 26 de Maio de 2017

24/04/2017 22:47

Em três semanas, preço médio da gasolina fica inalterado no Estado

Nyelder Rodrigues
Preço médio da gasolina no Estado sofreu leves alterações e praticamente ficou o mesmo neste mês (Foto: Helio de Freitas/Arquivo)Preço médio da gasolina no Estado sofreu leves alterações e praticamente ficou o mesmo neste mês (Foto: Helio de Freitas/Arquivo)

O preço médio da gasolina nos postos de combustíveis em Mato Grosso do Sul praticamente permaneceu inalterado em Mato Grosso do Sul, se comparar os valores apurados pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) na semana passada - até sábado (22) - com o início do mês.

Segundo a pesquisa, que avaliou 82 estabelecimentos, o valor médio do litro na bomba, ou seja, para o consumidor final, ficou em R$ 3,596. Na semana entre 26 de março e 1º de abril, o preço que iniciou o mês foi de R$ 3,598. Ou seja, no período houve queda de apenas R$ 0,002, segundo a ANP.

Já na semana seguinte, o valor apurado foi de R$ 3,611 nas bombas, caindo para R$ 3,586 na pesquisa anterior a da semana passada. Para a próxima semana, é possível que haja um aumento devido ao aumento do preço nas refinarias da Petrobras.

O preço médio atual em Mato Grosso do Sul é o nono mais barato do país - quem lidera o ranking é São Paulo, onde o valor do litro chega a casa dos R$ 3,455. No Centro-Oeste, só no Distrito Federal é mais barato - R$ 3,548.

Distribuidores - O preço médio do litro da gasolina nas distribuidoras, apurado até a semana que se encerrou em 1º de abril,, era de R$ 3,211. Desde então, houve queda nos preços em Mato Grosso do Sul.

Nos períodos seguintes, o valor foi de, respectivamente, R$ 3,207 e R$ 3,190, chegando a R$ 3,188 na semana passada. Assim como o aumento do combustível nas refinarias pode impactar nos preços nos postos, o mesmo pode ocorrer nas distribuidoras.

Capital - Já em Campo Grande, a ANP verificou situação semelhante a estadual. Há três semanas, o preço verificado nas bombas era de R$ 3,481, indo nas semanas seguintes para R$ 3,501 e R$ 3,465. Na semana passada, o valor ficou em R$ 3,482.

Nas distribuidoras, também houve queda. De R$ 3,222, o preço médio do litro da gasolina caiu para, respectivamente, R$ 3,218 e R$ 3,206, chegando na semana passada a R$ 3,202. Na Capital, foram registrados os menores preços, sendo 31 postos os pesquisados. A média de preço mais cara foi vista em Paranaíba, R$ 3,864.

Petrobras faz revisão de preços e gasolina pode subir até 4 centavos
A Petrobras anunciou no começo da noite desta quinta-feira (20) mais uma mudança de preços da gasolina e do diesel, conforme a política de revisão me...
Movimento que vai vender gasolina sem imposto em maio será lançado hoje
Será lançado hoje em Campo Grande o Feirão do Imposto 2017, que visa conscientizar a população sobre a alta carga tributária cobrada em produtos e se...
Queda do petróleo reduz apetite por risco e dólar sobe 0,07%
Pela primeira vez desde o início da crise Michel Temer x JBS, o câmbio teve uma sessão guiada principalmente pelo cenário externo. Em meio a uma ausê...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions