A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

14/04/2012 15:17

Em um ano, consumidor teve que pagar quase 8% a mais para ir ao cinema

Vitor Abdala, da Agência Brasil

Ir ao cinema nas grandes cidades do país ficou, em média, 7,87% mais caro entre março de 2011 e março deste ano, segundo pesquisa divulgada hoje (13) pela Fundação Getulio Vargas (FGV). O aumento no custo desse programa de lazer ficou acima da média da inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que foi 5,5% no mesmo período.

Para calcular a inflação para uma ida ao cinema, a FGV considerou não apenas o ingresso para o filme, mas também a comida e o estacionamento. Segundo a pesquisa, o item que mais pesou na composição dessa taxa de inflação foi o estacionamento, cujo preço subiu 15,03% no período.

O ingresso aumentou 8,6%, enquanto um sanduíche teve alta de 8,36% no preço. As bebidas ficaram 8,12% mais caras e os sorvetes, de 6,75%. Os doces e salgados, com taxa de 1,74%, e os bombons e chocolates (0,1%) foram os únicos itens que subiram menos do que a inflação medida pelo IPC.

Idec alerta para tentativa de fraudes após acordo sobre planos econômicos
Pouco mais de 48 horas depois de oficializada a assinatura do acordo entre a Advocacia-Geral da União (AGU), representantes de bancos e associações d...
Dólar fecha no maior valor em 5 meses após adiamento da reforma da Previdência
Em um dia de tensões no mercado de câmbio, o dólar fechou no maior valor em quase seis meses. O dólar comercial encerrou esta quinta-feira (14) vendi...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions