ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUINTA  16    CAMPO GRANDE 29º

Economia

Empresa investe R$ 300 milhões e pode criar polo moveleiro em MS

Por Aline dos Santos | 14/12/2013 11:43
Instalação de fábrica foi definida ontem, durante reunião em São Paulo. (Foto: Divulgação)
Instalação de fábrica foi definida ontem, durante reunião em São Paulo. (Foto: Divulgação)
Localizada na região Leste, Água Clara tem 13.938 habitantes. (Foto: João Garrigó)
Localizada na região Leste, Água Clara tem 13.938 habitantes. (Foto: João Garrigó)

Com investimento de R$ 300 milhões e expectativa de gerar 350 empregos, o grupo Aspebras vai instalar indústria de MDF (painéis produzidos a partir de madeira reflorestada) no município de Água Clara, a 198 quilômetros de Campo Grande.

“É uma grande conquista para o município. Água Clara entra no rumo da industrialização”, afirma o prefeito Silas José da Silva (PSDB). Ontem, em São Paulo, ele participou de reunião com José Roberto Colnaghi, presidente do grupo.

Segundo o prefeito, o Poder Executivo vai doar o terreno e a empresa também obteve incentivos fiscais da administração estadual. “A carta-consulta feita ao governo do Estado foi aprovada, com isenção de até 90% de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços)”, salienta José Silas, em entrevista à rádio Web MS.

Representantes do grupo visitam a cidade no próximo mês para definição do local do empreendimento. “Quando for implantada, vamos ter um polo em Água Clara. O MDF é base do polo moveleiro. Outras empresas vão se instalar no município”, afirma o prefeito.

Fundada em 1966, a Aspebras tubos e conexões tem produtos nas áreas de irrigação, saneamento e predial. Atualmente, são três fábricas em funcionamento: Penápolis (São Paulo), Macaíba (Rio Grande do Norte) e Simões Filho (Bahia). As unidades são equipadas com máquinas de última geração, fabricadas na Alemanha e Estados Unidos. Técnicos alemães vão visitar Água Clara.

O município tem 13.938 habitantes e fica localizado entre Ribas do Rio Pardo e Três Lagoas. Nos últimos meses, as cidades da região Leste do Estado receberam boas notícias na área de economia, que sofre forte influência da prosperidade do eucalipto e celulose.

Ribas do Rio Pardo terá uma fábrica de celulose. Em Três Lagoas, a expansão das grandes indústrias vai garantir o aporte de novos bilhões em investimentos.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário