A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

21/03/2011 17:35

Empresa não paga salário e mantém funcionários “presos” em Água Clara

Jorge Almoas

Trabalhadores de uma empresa que faz parte do consórcio para construção da Usina São Domingos em Água Clara denunciam que não receberam o salário e, ao pedir demissão, tiveram o acerto negado e a Carteira de Trabalho retida pelo empregador. Dessa maneira, não conseguem ir embora do município, distante 198 quilômetros de Campo Grande.

Um dos encarregados contratados, que pediu para ter o nome preservado, veio do Paraná para trabalhar na construção da barragem e aponta os problemas. “Eles estão pagando muito abaixo do mercado e ainda não pagam em dia”, denuncia.

Há trabalhadores de vários Estados do Brasil, como Piauí, Pernambuco e Maranhão. Todos vieram com a promessa de bom salário e condições. Mas se depararam com o descaso do empregador.

O funcionário conta que trabalhou por 38 dias e não recebeu o salário. Ele e outros 50 trabalhadores perceberam a situação de difícil diálogo com a empresa e ao pedir demissão, foram ameaçados.

“Se a gente chega lá e pede demissão, eles dizem que precisam de dez dias para realizar o acerto. Mas eu pedi no dia 9 e até sexta-feira me enrolaram. Hoje, quando voltei lá, me ameaçaram, dizendo que se voltar vão chamar a polícia”, descreve o encarregado.

Segundo ele, a empresa mantém alguns funcionários em um hotel da cidade. Obrigados a comer em um restaurante designado pelo empregador, os trabalhadores se deparam com a péssima qualidade do alimento. “Já serviram macarrão e feijão azedo. Mas, não podemos reclamar. Sem dinheiro, vamos comer e dormir aonde”, lamenta.

Outros funcionários foram colocados em um alojamento. “É um muquifo. Um deles até foi picado por aranha”, descreveu. Há denúncias de que outros trabalhadores estão dormindo na rua por falta de assistência da empresa.

O Campo Grande News tentou contato com a empresa, mas o funcionário que atendeu a ligação disse que o expediente havia terminado.

CPMI da JBS pede investigação contra Janot e indiciamento dos irmãos Batista
Com os votos contrários dos deputados Delegado Francischini (SD-PR), João Gualberto (PSDB-BA) e Hugo Leal (PSB-RJ), a Comissão Parlamentar Mista de I...
Prazo para renegociar dívidas com o Estado com desconto vence nesta 6ª
Contribuintes em débito com o fisco estadual têm até sexta-feira (15) para aderir ao Refis (Programa de Recuperação Fiscal) de Mato Grosso do Sul.  A...


Isso que chamo de 'CRESCIMENTO "SUSTENTAVEL" !!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Na verdade é SUSTENTADO pela massa sem FORMAÇÃO e INFORMAÇÃO, mas uma coisa é certa, alguns dos que votamos estão obtendo o seu próprio desenvolvimento ME-TEORICAMENTE SUSTENTADO por essa construção.
Temos que procurar entender mais do esquema tático da política municipal, estadual e federal e não somente da Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Copa do Mundo.
 
Anderson Cesar em 22/03/2011 08:06:07
Discordo da Kelly, nosso país e muito bom, o que realmente não vale o que o gato enterra são alguns dirigentes desse nosso belo país, que fazem vistas grossas do que alguns endinheirados fazem, olha o caso desses trabalhadores da usina. Aí fica a pergunta. CADE OS DIREITOS HUMANOS??? Ou direitos humanos é só para vagabundo que tá preso comendo e bebendo às custas do governo????
 
Reginaldo Soares em 22/03/2011 07:50:31
Isto não seria trabalho escravo???
Cade as Autoridades???
O pior do Brasil é mesmo o Brasileiro... Eita pais de merda!!!!
 
KELLY FANTINATO SAMPAIO em 21/03/2011 06:05:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions