A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Outubro de 2017

28/08/2014 18:09

Endividamento das famílias sobe e chega a 66,7% com Dia dos Pais

Caroline Maldonado
Endividamento aumentou depois de compras para Dia dos Pais (Foto: Arquivo/Cleber Gellio)Endividamento aumentou depois de compras para Dia dos Pais (Foto: Arquivo/Cleber Gellio)

O endividamento das famílias campo-grandenses, que esteve em decréscimo de setembro de 2013 a maio desse ano, passou a subir em junho e chegou em 66,7% em agosto. O dados são da PEIC (Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor), divulgada pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

Das pessoas entrevistadas em julho, 63,3% afirmaram ter contas parceladas, segundo o levantamento. O aumento no endividamento era previsto, de acordo com o presidente da Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso do Sul), Edison Araújo.

"Já era um movimento esperado por conta das vendas de Dia dos Pais, nossa pesquisa de intenção de compras já mostrava que 27% pretendiam comprar de forma parcelada", explicou o presidente da entidade.

Embora tenha aumentado o índice de famílias endividadas por meio de cheques pré-datados, cartões de crédito, carnês de lojas, empréstimo pessoal, prestações de carro e seguros, o índice das que estão com contas em atraso se manteve estável, em 29%.

De acordo com a pesquisa, o índice de consumidores que têm contas no cartão de crédito diminuiu, mas continua o maior, em 58,3%; seguido dos carnês, com 33,2% e financiamento de carro, em 13,3%.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions