A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

31/03/2009 17:35

Enersul defende reajuste de 23% na tarifa este ano

Redação

A Enersul apresentou nesta tarde, na Assembléia Legislativa, planilha de custos indicando aumento de custos e a necessidade de reajuste de até 23% na tarifa de energia em Mato Grosso do Sul.

O vice-presidente da Enersul, Sidney Simonaggio, esteve na presidência da Casa, reunido a portas fechadas com os parlamentares, para apresentar a planilha de custos. Ele foi convidado depois que os deputados tiveram acesso

negado aos documentos em Brasília, durante visita à Aneel.

O contrato define que todos os anos as concessionárias devem preencher planilha com custos, a ser enviada à Aneel. A partir daí, é definido o índice de revisão. A agência pode até desconsiderar os custos relatados pelas empresas.

Ao dizer que a Enersul "não pede" percentual algum , o vice-presidente alega que o envio da planilha é obrigatório, e que o percentual apenas indica a elevação dos custos no ano anterior.

Simonaggio esclarece que o índice é composto por custos gerenciáveis (fixos) e não gerenciáveis, e parte deste total é definido pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

De acordo com ele, os 23% foram calculados com base nas variações de índices de referência no dia 4 de março. Entretanto, no decorrer do mês, algumas definições feitas pela Aneel podem mudar este percentual.

Um exemplo, segundo Simonaggio, é a variação ocorrida na conta de consumo de combustíveis, um dos custos não gerenciáveis. O valor, rateado entre todas as concessionárias brasileiras, é relativo ao óleo combustível utilizado nas usinas termelétricas.

A princípio, o custo atribuído à Enersul foi de R$ 31 milhões. Porém, informações extra-oficiais dão conta de que esse valor pode ser reduzido para R$ 21 milhões, o que também interfere na queda do índice de reajuste da tarifa.

"Os custos não gerenciáveis não dependem da Enersul, são definidos pela Aneel. São custos com encargos setoriais, compra e transporte de energia", esclareceu o vice-presidente da concessionária.

Ataque

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions