A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018

10/03/2011 15:51

Enersul pede reajuste médio de 19,35% na tarifa de energia

Angela Kempfer e Jorge Almoas

A Enersul apresentou hoje o índice pleiteado pela empresa para reajuste na conta de luz do consumidor sul-mato-grossense. A concessionária defende aumento médio de 19,35%, mas não detalha quanto seria o percentual para o consumidor residencial e quando para o comercial.

Esse seria o impacto para o comsumidor, já que neste ano, a Enersul deixa de descontar os valores do ressarcimento por cobrança irregular depois de revisão tarifária de 2003. O valor real, analisa a mepres, pode ser de rajuste de 14,09%.

A direção da concessionária lembra que três índices foram levados em consideração para chegar a esse percentual. O primeiro é de reajuste econômico, no percentual de 8.31% - que engloba custos com energia comprada, transporte e ampliação de sistema elétrico.

O segundo, de 5.77%, representa componentes financeiros, como subsídios ao consumidor de baixa renda. E o terceiro item, de 5.27%, é referente ao que a Enersul pagava em ressarcimentos, que agora volta a ser cobrado.

Edson Araújo, presidente do Concen (Conselho de Consumidores da Enersul), avalia o pedido como uma forma de compensar o que a empresa foi obrigada a devolver aos sul-mato-grossenses, depois de cobrar percentual maior que o devido durante 5 anos. Uma reunião do conselho será marcada para avaliar o índice apresentado agora. “O cenário é de quem estava devolvendo e agora quer compensação”, resume.

Célia Hirata, superintendente de tarifas da empresa, diz que o reajuste é para o “reposicionamento das perdas’.

Recorde - Dentre os pleitos apresentados pelas empresas no Brasil, o da Enersul é o mais alto até agora. Em São Paulo, a CPFL – Leste Paulista, pediu 17,96% e a CPFL – Santa Cruz, 14, 45%. A Energisa, quer 15,56% e a Empresa Luz e Força Santa maria reivindica 10,74%.

O índice de reajuste de cada empresa é calculado pela Superintendência de Regulação Econômica, a partir da planilha apresentada pelas concessionárias, que usa fórmula cheia de dados técnicos. Depois, tudo é submetido à aprovação da diretoria colegiada da Agência Nacional de Energia Elétrica, durante reunião pública.

A definição da Aneel sobre Mato Grosso do Sul será em reunião no dia 7 de abril, um dia antes da nova tarifa entrar em vigor.

Neste ano, a Aneel já autorizou o aumento de 10,57% (baixa tensão) e 11,80% (alta tensão) para a Ampla – concessionária do Rio de Janeiro. Da Ceripa, empresa que atende o interior de São Paulo, o reajuste já aprovado pela Atgência é de 13,8%.

Ano anterior - Neste ano, a empresa acaba com a devolução dos R$ 192 milhões que recebeu a mais dos consumidores durante cinco anos de cobrança abusiva a partir da revisão tarifária de 2003. No ano passado, o aumento médio concedido pela Aneel foi de 2,58%, por conta do ressarcimento, descontado na tarifa mensal de cada cliente.

Mesmo com mais de 77 milhões em ressarcimento nas contas dos consumidores, o reajuste foi de 1,25% para os consumidores de baixa tensão e de até 8,52%, para os 2.570 clientes de alta tensão, as indústrias.

Depois do anúncio do índice em 2010, a empresa já falava em aumento da tarifa em, no mínimo, 7,09% em 2011, menos da metade do solicitado agora.

Também em 2010, Minas Gerais, Mato Grosso e São Paulo, mesmo não tendo nada a devolver aos consumidores, as concessionárias reduziram as tarifas entre 0,77% e 5,69%.

A Cemat (Centrais Elétricas do Mato Grosso) teve decréscimo de 2,55%. A Cemig (Centrais Elétricas de Minas Gerais) reduziu em 0,77%, e a CPFL Paulista teve queda de 5,69% no valor.

A Enersul atende a mais 830 mil clientes em Mato Grosso do Sul.



Aqui onde moro falta energia toda semana, e quando vai embora queima meus aparelhos.
Perdi na data de hoje meu condicionador de ar, meu televisor, e tive de trocar o fusível do transformador do meu PC.
Mas isso foi porque no mês passado aconteceu a mesma coisa!
Tentei ligar pro 0800 da enersul, ninguém atendeu.
Tentei reclamar pra aneel, disseram que só aceitam reclamações se faltar energia por... 24 horas!
É o fim!
O brasileiro sendo feito de palhaço todos os dias...
 
André Luiz em 17/03/2011 07:25:19
POR ISSO EU SOU A FAVOR DO (GATO) NA ENERGIA , POR QUE MUITO CIDADÃO BARSILEIRO VIVE EM CASA COM UM SALARIO MINIMO QUE JÁ É UMA MERDA , AI FICA METADE D O SALARIO SÓ NA LUZ E NA AGUA ! ISSO É UM ROUBO COM OUTRAS PALAVRAS ! , MAIS ELIS APROVAM ESSA ROBALHEIRA PQE TODOS ELIS GANHAM COM ISSO INCLUSIVE ESSIS POLITICOS CORRUPTOS!
 
RICARDO PEREIRA em 14/03/2011 09:26:26
Vamos apoiar o Dep. Marquinhos Trad para que nós cidadãos não sejamos penalizados, condenados e submetidos a esse aumento absurdo uma vez que já pagamos uma das energias mais caras do País.
 
Luiz Humberto em 13/03/2011 10:27:57
Gente, sabe o que devemos fazer? Sabe aqueles motores a diesel que se usa em fazendas para gerar energia? Deveríamos comprar deles e colocar em nossas casas.
Ai quem sabe a taxa de energia não subiria tanto. Os politicos não fazem nada porque ganham muito bem, o que é uma taxinha de energia p/ eles? Acordem politicos do nosso Estado de MS.
 
joana silva em 11/03/2011 09:03:48
Se este indíce (ou perto disto) for aprovado, mais uma vez seremos roubados na "legalidade". Isto é reflexo dos políticos que elegemos e que estão no poder apenas por interesses pessoais. Fazem o maior barulho, como se estivessem defendendo o povo, apenas para se auto-promover, sem nenhum compromisso sério com a população. Esta concessionária monopoliza os serviços de energia e faz o que quer. E ainda vem falar que "devolveu valores pagos a mais". Que balela!!! Sinceramente, por vezes, minha vontade é ir embora do Brasil. Os grandes responsáveis pela geração de renda do país (a classe média trabalhadora) é dia-a-dia penalizada com impostos, encargos, aumentos abusivos de tarifas, indústria da multa de trânsito, e agora, cogita-se a volta da CPMF. Nós somos muito pacíficos, minha gente... Se fôssemos para as ruas (como na França, Alemanha) e defendêssemos nossos ideiais e direitos protestando e boicotando empresas como a Enersul, seríamos respeitados. Talvez assim nossos "governantes" criariam condições para uma saudável competividade comercial em todos os segmentos.
SINDICATOS, ASSOCIAÇÕES DE CLASSE, IGREJAS, LÍDERES COMUNITÁRIOS, VAMOS INICIAR UM MOVIMENTO DE LUTA POR NOSSOS DIREITOS, JÁ!
 
Janete Maciel em 11/03/2011 08:25:20
Aumento maior que o reajuste dos salários da maioria dos sulmatogrossenses. Maior que a inflação!!! Espero com muita fé que o Estado não aprove este reajuste ABSURDO E VERGONHOSO. Não podemos tolerar esse abuso!
 
Telma Yule de Oliveira Zaffanelli em 11/03/2011 07:49:20
Eu não consigo entender porque cobram tão caro pela energia elétrica no Brasil, pois uma usina Hidroelétrica, ao produzir energia, utiliza apenas o potencial hidraulico existente em um rio. Não é possivel que os equipamentos dêem tanta manutenção assim! E quanto a distribuição da rede elétrica, também não creio que de tanto gasto a ponto de aumentarem mais ainda o valor da tarifa. São milhares de residências e industrias em todo pais. As Concessionarias de energia lucram valores absurdos.
 
Luis Pedro de S. Gomes em 11/03/2011 07:31:11
Isso é brincadeira, depois do carnaval essa notíca, ninguém merece, ainda bem que existe políticos (Dep Marquinhos Trad), que se manifesta em defeso dos conssumidores, cade os demais políticos..... será que só tem ele para nos defender.... Isto é aumento abusivo.... porque compenssar agora por devoluções, se isto ocorreu é devido a cobrança indevida no passado..... Não há justificativa...
 
Luisberto M de Almeida em 11/03/2011 07:29:14
Olha meu amigo, este aumento é ridícula, 19%? Eu pagaria se esse mesmo aumento fosse no meu salário. Um absurdo.
 
solange aparecida gaite em 11/03/2011 01:17:25
Não podemos aceitar mais essa que a Enersul está tentando nos fazer engolir. Cadê os nossos deputados? Será que vão tomar uma atitude, ou simplesmente vão deixar as coisas rolarem. E pra que serve essa Aneel, regula o que? Espera aí, eles devolveram o que nos havia cobrado a mais. Agora não tem essa de querer ser compensados, em cima dos já espoliados consumidores. Eles devolveram o que nos cobraram indevidamente. Então, nada e ressarcimento. Mexa-se deputados! Façam alguma coisa! Façam valer os votos que os sul-matogrossenses confiaram em vocês.
 
Neri Amaral em 10/03/2011 10:56:27
Por onde anda o nosso "Governador" e a nossa "Assembléia" para deveder o nosso estado desta empresa "Enersul" ??? Com o aumento de sálario a classe política tem que mostrar serviço. Vamos tirem o pé do chão.
 
Luciane R. Mantinell em 10/03/2011 10:44:49
Dep. Marquinhos Trad. Não votei em você e não acredito que você seja a pessoa mais bem intencionada que existe na AL. Desconfio de você principalmente devido seu apoio ao Puccinelli, que todos sabemos que é um Maluf do MS. Entretanto, se você comprar a briga pela tarifa de luz com certeza terá apoio da população. Mas lembre se, diga com quem vc anda e direis quem vc é. Não acredito na bíblia, mas cuidado com suas amizades (andré).
 
Alan Fredy em 10/03/2011 10:32:06
me informem qual funcionario alem dos nossos politicos tiveram aumento no salario acima de 10%!!!!!!!!!!!!!!!!! ai vem esssa enersul que deveria chamar sangue suga pedir aumento de quase 20%!!!!
pelo jeito essa vai vir de guela abaixo se depender dos nossos politicos, eles tivera 60% de aumento no salario que ja nao era baixo.
 
jose augusto em 10/03/2011 06:03:36
isso eh hum absurdo a energia mais cara R$ do pais, vamos senhores deputados não deixem isso por favor !!!
 
danilao bataguassu em 10/03/2011 05:58:22
Já nos cobraram a tarifa de energia elétrica mais cara do Brasil e ninguém (nem na Enersul e nem na ANEEL) conseguia explicar. Depois de duríssimos debates e questionamentos feitos com suficiência técnica e responsabilidade política, obtivemos a redução da tarifa e a devolução de valores cobrados a mais do consumidor do Mato Grosso do Sul. Hoje ocupamos a 25ª posição no ranking das tarifas residenciais. Não aceitaremos imposição de quaisquer percentuais abusivos em nossa conta de energia elétrica. Já protocolei em Brasília junto à ANEEL pedido de cópia integral do processo. Vou questionar cada percentual e valor que querem imputar na nossa conta.
 
Dep.Marquinhos Trad em 10/03/2011 05:56:45
Brincadeira!!! o salário do trabalhador nunca sobe de forma significativa.Só os políticos aumentam bem seus próprios salários.Quando o governo aumenta 3% o salário do funcionalismo,acha que está fazendo muito.Tudo sobe muito,por exemplo;os medicamentos,cabeleireiro,carne,leite,ração p/os animais,material e higiêne etc.A ENERGIA, já é artigo de luxo,assim como a telefonia fixa.Hoje qualquer casa simples,paga cara pela energia,sem ter muitas das vezes sem o básico de eletrodoméstico.Caros Deputados,ajude a população não ser explorada por essas empresas de energia.
 
neide de oliveira em 10/03/2011 04:52:32
Que absurdo. Querem cobrar mais caro um serviço que preço já é abusivo. Pior que dependemos de um governador e de uma assembléia legislativa pouco interessados nas vontades do povo. Infelizmente acredito que eles não irão peitar a ENERSUL. Muito triste, mas cada povo tem os governantes que merecem. E ai Puccinelli, vai ou não vai ter coragem de peitar a enersul?
 
Alan Fredy em 10/03/2011 04:25:09
Que o governolibere o aumento para a Enersul, mas em 30 vezes, mesmo tanto que els devolveram o dinheiro cobrado a mais dos consumidores.
Aonde que vem esse aumento? Se a inflaçãofoi bem menor? O dolar se mantém em baixa.
Antes era por causa do dolar que aumentava e, agora?
Será que vão financiar a campanha de algum politico aqui do Estado e tem que tirar do nosso coro?
Pessoal aqui nessse Estado onde quem paga os impostos não pode nem saber quanto tem guardado, mais uma ferrada dessa é normal.
E é cada um por si, não tem ninguém que defenda os direitos do cidadão, mas do Ari Rigo e outros ladrões de Dourados tem um monte os defendendo.
 
Kamél El Kadri em 10/03/2011 04:17:53
Pois bem. Esta empresa monopoliza o serviço de energia elétrica na cidade, presta um péssimo atendimento ao cliente (cortaram minha luz - que pago religiosamente em dia - sem me informar porque não conseguiram ler o medidor) e ainda por cima quer reajustes abusivos! Ora essa! Minha rua é um BREU, tem duas lâmpadas do outro lado da rua, funcionando a meia fase. Ainda assim pago absurdo em iluminação pública. Agora o preço do transporte público aumentou, o preço dos alimentos aumentou, o preço dos serviços de água e luz aumentará... será que essa miséria de 5 reais de aumento nos nossos salários vão dar conta de cobrir esses gastos? É rir pra não chorar.
 
Gisele Sena Bertolazo em 10/03/2011 04:13:49
Essa tal Enersul é uma empresa que pode-se chamar de "mansa".
Quando a empresa adulterou os índices de qualificação de serviços e satisfação dos clientes, para tão somente aumentar abusivamente o valor da conta de luz dos consumidores sulmatogrossenses, após descoberto o golpe, foi feito o chamado "passado a mão na cabeça" e desde então a empresa passou a devolver o que levou na "mão grande", em suaves prestações...
Agora, vem querer posar de santa e quer uma compensação???
E diz claramente a reportagem que a empresa cobrou indevidamente por CINCO ANOS.
Creio que o correto seria que o valor da conta de luz tivesse um decréscimo, como ocorreu em Minas Gerais e Mato Grosso.
 
Rodney OSilva em 10/03/2011 04:12:41
A Enersul está totalmente fora da realidade, os índices utilizados não codizem com a realidade do trabalhador sul-matogrossense que nenhum sequer conseguiu aumentos superiores a 10% no salário, pedir quase 20% é uma afronta sem precedentes, tá na hora da classe política se movimentar ou teremos novamente a conta de luz mais cara do planeta com usinas espalhadas na "porta de casa"...não espere a Enersul que o povo vai ficar pacífico neste intento insano de aumentar a tarifa em tais padrões.
 
Eddie Alessandro Miranda em 10/03/2011 04:10:43
ué, eles são obrigados a devolver, porque cobraram a mais... (justo e correto)
e agora querem reajuste porque fizeram essa devolução?????
num tô intendendo... alguém da Enersul pode explicar????
 
Ademir Rodrigues em 10/03/2011 04:06:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions