ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUARTA  08    CAMPO GRANDE 20º

Economia

Entidades se unem para ampliar voos e melhorar estrutura do aeroporto

Por Elci Holsback | 01/02/2017 15:30
Primeira reunião ocorreu com secretário Jaime Verruk (Foto:Semade)
Primeira reunião ocorreu com secretário Jaime Verruk (Foto:Semade)

Melhorias no Aeroporto Internacional de Campo Grande, como ampliação e logística são temas de reuniões realizadas ao longo desta semana entre Semade (Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico), Superintendência do Aeroporto, Infraero e setor empresarial.

A primeira reunião ocorreu na segunda-feira (30) e os principais pontos de melhoria apontados foram a necessidade de ampliação do terminal, expansão no número de voos, melhorias quanto a logística, utilização da área de alfândega para expansão de negócios e meio ambiente.

O secretário da Semade, Jaime Verruk, destacou que haverá trabalho conjunto em busca dessas melhorias. “Vamos trabalhar com várias frentes, entre governo, Infraero e prefeitura. Como ação imediata, vamos nos reunir com as companhias e pedir a ampliação no número e melhoria dos horários de voo para Campo Grande", adiantou Verruk.

Durante o encontro com o superintendente do Aeroporto, Richard Aldrin Fernandes Custódio e o gerente Comercial e de Logística de Carga da Infraero, Luciann de Aquino Evangelista, o secretário disse ainda que vai buscar recursos para ampliar a área de cargas e aumentar o fluxo de cargas, principalmente na importação.

"De imediato, vamos resolver a questão de licenciamento do aeroporto. Nos próximos dias, a equipe do Imasul vai vistoriar o local para concessão da licença”, informou.

O assunto será debatido ainda entre o presidente da Infraero, Antônio Claret de Oliveira e o governador Reinaldo AzambujaTambém participaram desta reunião, o secretário adjunto da Semade, Ricardo Senna, o coordenador de Apoio aos Negócios Internacionais, Luciano Medeiros Barbosa Rodrigues e Sérgio Gonçalves, representando o secretário Eduardo Riedel, da Segov (Secretaria de Governo).

Presidente da Fiems e superintendente do aeroporto se reuniram hoje (Foto: Fiems)
Presidente da Fiems e superintendente do aeroporto se reuniram hoje (Foto: Fiems)

Novos negócios e segurança - Nesta quarta-feira (1°), o superintendente do Aeroporto se reuniu com o presidente da Fiems, onde, além da ampliação, foram debatidos a segurança e a melhoria do atendimento aos importadores e exportadores do Estado e, o que deve fomentar novos negócios.

“A construção de novos terminais intermodais é uma das ações que estão sendo avaliadas em conjunto. Também está sendo estudada a ampliação da oferta de voos comerciais para Campo Grande e a criação de voos comerciais para as principais cidades do interior do Estado, como Corumbá, Dourados, Bonito e Três Lagoas”, pontuou Sergio Longen, presidente da Fiems.

Para o superintendente Richard Aldrin, o Aeroporto Internacional de Campo Grande tem condições estruturais de ampliar o número médio de 18 para 28 voos comerciais diários. “Com mais voos chegando à Capital, amplia-se a malha aérea e registra-se uma redução no preço das passagens, criando condições de fomentar voos para as cidades do interior com maior movimentação comercial”, avaliou.

A solução ds problemas de segurança relacionados, principalmente devido a proximidade de algumas pistas com áreas de grande circulação de pessoas também foram discutidos. “O mirante da Avenida Duque de Caxias se tornou atrativo para a população local, mas ações de conscientização sobre os riscos de certas atividades, como aeromodelismo, se fazem necessárias e urgentes”, destacou o presidente da Fiems.

Segundo Richard Aldrin, o Governo do Estado já deu sinal verde para os incentivos relacionados às melhorias do modal. “Agora eu estou trabalhando junto às companhias aéreas para atrair esses novos voos”, finalizou.