A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

30/09/2013 09:50

Exigência da classe C muda cara de comércio em via do Novos Estados

Aliny Mary Dias
Avenida vê boom de classe C e investe para atender demanda (Foto: Cleber Gellio)Avenida vê "boom" de classe C e investe para atender demanda (Foto: Cleber Gellio)

A ascensão da classe C é assunto antigo e gerou um “boom” em comércios de várias cidades do país há alguns anos. Atualmente, um bairro de Campo Grande vive um novo capítulo da história, a exigência dos "novos" consumidores obrigou empresários a investir e mudou a cara da Avenida Nosso Senhor do Bonfim, a principal do Conjunto Novos Estados, na saída para Cuiabá.

Quem passa pela avenida larga, com canteiro central e que dá acesso ao Parque dos Poderes e comércios que mudaram a fachada recentemente logo percebe que a região "inovou" para os novos consumidores.

O prédio da academia Vida Ativa é imponente e chama a atenção pelos vidros espelhados e as linhas modernas da construção. Construído há cinco anos na avenida, o estabelecimento viu o público mudar há dois anos e precisou investir para não perder a clientela.

Fabio Alexandre, 35 anos, é sócio-proprietário do local e conta que os investimentos não foram poucos para atender as exigências dos alunos. “A maioria dos nossos alunos é mulher e trabalha o dia todo. O poder aquisitivo dessas pessoas subiu e nós compramos vários aparelhos modernos para atender esse público”, explica.

Academia investiu em equipamentos para garantir sucesso (Foto: Cleber Gellio)Academia investiu em equipamentos para garantir sucesso (Foto: Cleber Gellio)

Um aparelho padrão que é encontrado em academias dos bairros por R$ 2 mil a R$ 5 mil, no estabelecimento de Fabio foi adquirido por R$ 20 mil. Ele ressalta que as itens são tão ousados que muitas academias do centro da cidade não possuem. “Foi um investimento alto e nós repassamos isso nas mensalidades, que custam R$ 98, mas as pessoas entendem que o serviço é diferenciado e pagam”, completa.

Os comércios especializados em vendas de roupas também mudaram nos últimos anos. Há três meses, Claudia Arguelho Ferreira, 28 anos, abriu a loja Dona Moça e não tem do que reclamar. Com roupas sofisticadas e diferentes dos modelos encontrados nos bairros, a empresária festeja as boas vendas.

“Temos consumidoras de todo tipo de poder aquisitivo, mas a Classe C está bem forte e gasta em peças mais caras”, conta a proprietária.

Ao longo dos cerca de 2,8 quilômetros da Avenida bem arborizada e que lembra a Avenida Mato Grosso, segundo relatos de moradores, o cenário é de um bairro bem desenvolvido, mas com lembranças de comércios antigos e que pecam na organização.

Na parte baixa da avenida, em direção ao Parque dos Poderes, as lojas ganham cara nova e o investimento por parte dos empresários é perceptível. Quem passa pela avenida e vê o mercado Atos, até se encanta com a fachada.

Proprietário garante que novos aparelhos atendem aos consumidores exigentes (Foto: Cleber Gellio)Proprietário garante que novos aparelhos atendem aos consumidores exigentes (Foto: Cleber Gellio)
Setor de roupas também investe em novas lojas (Foto: Cleber Gellio)Setor de roupas também investe em novas lojas (Foto: Cleber Gellio)

No interior, o local é bem organizado e não deixa a desejar em relação a hipermercados do centro. “Procuramos atender os clientes de um jeito padronizado porque são pessoas de diferentes classes”, conta o gerente William da Silva.

Bosque dos Ipês – O novo shopping da cidade é motivo de expectativas positivas por parte dos comerciantes. Para o responsável pela academia Vida Ativa, em poucos anos a região será valorizada e se tornará o “novo centro”.

“Eu tenho dito para nossos funcionários que em breve essa avenida só terá comércios e será a nova Mato Grosso. O Bosque dos Ipês trouxe valorização para nosso bairro e isso só tende a melhorar”, completa Fabio.

Agências têm até hoje para se credenciar para receber turistas chineses
Agências de turismo e viagens do Brasil que têm interesse em trabalhar com turistas chineses devem se habilitar junto ao Ministério do Turismo. O pr...
Receita Federal paga R$ 43 milhões no último lote do Imposto de Renda em MS
A Receita Federal paga nesta sexta-feira (15) o último lote do IRPF (Imposto sobre a Renda da Pessoa Física), de 2017, que contempla 30.300 contribui...


quando me mudei para esta região só tinha moradores no conj. novo minas gerais e 60 familias no nova bahia, a mata do jacinto era quase todas casas ocupadas o parque dos novos estados eram todas as casas abandonadas e inacabadas com uma onda de invasão apareceram as legalizações das moradias construção dos estrelas dalva taquaral ocupação dos lotes dos futurista, danubio azul, bosque do carvalho,bosque da esperança, jardim tayná. ( e construção do conjunto arco iris). Na realidade oque alavancou mesmo o crescimento da região foi o grande investimento na infraestrutura impetrada pela administração municipal nos ultimos 16 anos. Parabens para nos eu tambem moro neste lugar abençoado por Deus.
 
claudeci candido barbosa em 30/09/2013 16:47:52
adoreiiiiii a reportagem......muito boa...nao esquece do estrela dalva tbm
 
rodrigo jacques em 30/09/2013 16:03:43
É uma pena que a feira de sexta tenha sido tomada por marginais. Parei de frequentar por conta disso.. carro com funk alto, um monte de maloqueiro na esquina.....
 
Fernando Valença em 30/09/2013 15:33:04
mais que loja bonita essa dona moça, quero conhecer.
 
carlos ramires em 30/09/2013 11:52:04
Região ótima para se morar, o único problema talvez seja alguns delinquentes de final de semana, para ser mais exato em dias de sexta-feira, ( FEIRA ), e finais de semana, onde alguns comércios até fecham mais cedo, por conta dele, acho que um monitoramento mais efetivo da nossa Querida PM já nos ajudaria, e falo sem demagogia, pois é um auxilio e tanto contra, esses vândalos, mas é um lugar bom de se morar,
 
Danilo Antonio em 30/09/2013 11:40:16
Moro na região há 31 anos, acho que não conseguiria morar em outro lugar...
 
francisco marques da silva em 30/09/2013 11:23:15
Moro na região desde 1995 e vejo que muita coisa mudou e o desenvolvimento foi ótimo para nossa região, mais ainda com o novo shopping.
 
Diego Souza em 30/09/2013 11:15:30
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions