ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  18    CAMPO GRANDE 23º

Economia

Exportações de MS somam R$ 250 milhões no primeiro bimestre de 2017

Por Priscilla Peres | 08/04/2017 11:34
Celulose é o principal produto exportado por Mato Grosso do Sul. (Foto: Edemir Rodrigues)
Celulose é o principal produto exportado por Mato Grosso do Sul. (Foto: Edemir Rodrigues)

No primeiro bimestre de 2017 as exportações de Mato Grosso do Sul somaram US$ 252 milhões de superávit, impulsionadas pelas vendas de dois produtos: celulose e açúcar. Os dados são da Dados da Carta de Conjuntura do Setor Externo, divulgados pelo governo do Estado.

Mesmo com a redução no volume de exportações entre 2016 com 2017, a celulose é o primeiro produto da Balança Comercial com 27,44% do total exportado, em termos do valor. Na segunda posição estão os produtos de refino de açúcar, com 19,73% de participação. Nesse caso, houve aumento expressivo em termos de valor de 119,91% em relação a janeiro e fevereiro de 2016

Além dela, o açúcar acumula US$ 114 milhões de vendas no período, com o minério de ferro também apresentando alta no volume exportado de 2,33%, revertendo os indicadores de baixa.

Um mês – Em fevereiro, as vendas externas do Mato Grosso do Sul tiveram superávit de US$ 143 milhões. O secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, explica que houve desvalorização nas cotações do dólar no mês de fevereiro em relação a janeiro, chegando a taxa média em fevereiro de R$ 3,10, cerca de 3,4% abaixo da taxa média de janeiro. Em relação a fevereiro do ano passado, a moeda brasileira acumulou uma valorização de cerca de 21,84%.

“Para Mato Grosso do Sul, a desvalorização do dólar a partir maio de 2015 tem resultado em melhoria no comércio exterior. O superávit na balança comercial do Estado com o exterior, de janeiro a fevereiro de 2017, também se deve a isso e ao desempenho de setores como o da celulose, que ocupou o primeiro lugar nas exportações do Estado em janeiro e fevereiro com US$ 159 milhões”, declarou Verruck.