A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 17 de Novembro de 2017

24/12/2016 10:43

Famílias lotam lojas do Centro e Mercadão em compras de última hora

Paulo Nonato de Souza e Rafael Ribeiro
Mercadão lotado na manhã deste sábado. (Foto: Fernando Antunes)Mercadão lotado na manhã deste sábado. (Foto: Fernando Antunes)

Já é Natal e muitos consumidores não perdem o velho hábito de deixar as compras dos presentes e produtos da ceia para a última hora. Nesta manhã, é grande o movimento de pessoas no comércio da região central de Campo Grande, principalmente em lojas de roupas e de brinquedos.

Este ano, além da tradicional justificativa da espera por promoções com o objetivo de economizar, e a falta de tempo por conta do trabalho, as fortes chuvas dos últimos dias na Capital também contribuíram para que os consumidores deixassem as compras para a última hora.

“Não deu para ser liberada no meu trabalho e estou vindo hoje porque foi o único dia que sobrou”, disse Maria José dos Santos, 41 anos, cuidadora de idosos e moradora no bairro Estrela Parque. Ela estava acompanhada da mãe, da sogra e de dois filhos pequenos. “Pelo que estou vendo, roupa está com preço melhor e este ano todo mundo vai ganhar roupa lá em casa. Meu filho de 6 anos queria brinquedo, mas vai ganhar uma camiseta”, ressaltou ela.

Para o consultor de vendas Samuel Felisberto, de 30 anos, morador no bairro Jardim das Nações, muita gente deixou as compras para a última hora porque a cada ano que passa as pessoas perdem um dia de folga no período natalino. “A gente não tem mais aquele tempo que tinha antes para resolver essas questões de Natal”, comentou.

Trânsito intenso de veículos nas ruas principais. (Foto: Fernando Antunes)Trânsito intenso de veículos nas ruas principais. (Foto: Fernando Antunes)

Acompanhado de dois filhos, uma menina de colo e um menino de cinco anos, Samuel Felisberto disse que estava conseguindo trafegar com tranquilidade no comercio do centro de Campo Grande nesta manhã de sábado de Natal.

“Em relaçao ao ano passado está muito bom. Estamos conseguindo andar na rua sossegado e circular sem problema nas lojas, até porque muita gente vem mesmo só para olha”, disse.

No Mercadão Municipal, outro centro comercial importante de Campo Grande, o movimento está intenso neste sábado, dentro e fora, com muita gente comprando frutas, verduras e carnes para a ceia. Na área do estacionamento é preciso muita paciência para conseguir vaga.

“Eu havia esquecido de comprar carne para o churrasco de amanhã, só lembrei agora de manhã. A ceia de hoje a família toda está envolvida, mas faltava a carne e a linguiça para o churrasco de amanhã”, disse o funcionário publico Heraldo Rios, de 47 anos, morador no Jardim Ramez Tebet.

Um dos problemas normalmente enfrentados por quem deixa para a última hora é a indecisão sobre o que comprar para a ceia. É o caso da dona de casa Anaiza da Costa, de 57 anos, moradora no Jardim Noroeste. “Eu trabalho muito e não tive tempo pra vir antes. No horário que eu saio do trabalho já está tudo fechado, então tive que vir hoje”, comentou.

Já o pedreiro João Fernandes, de 54 anos, disse que estava receioso de não encontrar o que queria comprar: uma leitoa a pururuca. “Felizmente deu tudo certo. Consegui a minha leitoa para a ceia do Natal”, comemorou.

Famílias foram às compras na manhã deste sábado.  (Foto: Fernando Antunes)Famílias foram às compras na manhã deste sábado. (Foto: Fernando Antunes)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions