ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SÁBADO  25    CAMPO GRANDE 14º

Economia

Governo de MS investiu R$ 3,2 bilhões em obras e programas no ano passado

Montante aumentou 227% em três anos, apontam dados do Tesouro Transparente

Por Izabela Cavalcanti | 01/04/2024 10:17
Máquinas "trabalhando" na pavimentação da MS-338 (Foto: Bruno Rezende)
Máquinas "trabalhando" na pavimentação da MS-338 (Foto: Bruno Rezende)

Mato Grosso do Sul aumentou em 227% os investimentos públicos estaduais de 2020 a 2023. O montante saiu de R$ 996 milhões para R$ 3,2 bilhões. As informações constam nos Dados do Tesouro Transparente e nos RREOs (Relatório Resumido da Execução Orçamentária) dos estados.

O resultado é em razão das reformas estruturantes (previdência e administrativa), mudanças tributárias, contenção de gastos e fomento ao ambiente de negócios, que permitiu a diversificação das cadeias produtivas e atração de R$ 76 bilhões de investimentos privados nos últimos 10 anos, sendo R$ 17 bilhões apenas no ano passado.

“O Estado fez o dever de casa, promoveu reformas, construiu bom ambiente de negócios, atraiu investimentos privados bilionários e assim gerou a capacidade de fazer investimento público, sendo um dos estados que mais investe por habitante no Brasil. Isto significa que o orçamento público não está sendo consumido só para custeio, mas para melhorar a vida das pessoas”, afirmou o governador Eduardo Riedel.

Em 2023, o investimento por habitante foi de R$ 1.183,86, o que também demonstra um crescimento de 227% em relação a 2020, quando o valor era de R$ 361,43.

Obras - Entre elas está a nova ligação entre Ribas do Rio Pardo e Camapuã, com asfalto das rodovias MS-357 e MS-338, que juntas somam mais de R$ 300 milhões. A região é o novo polo mundial de celulose, com a construção da fábrica da Suzano em Mato Grosso do Sul.

Também está na fase final a pavimentação de 100 quilômetros da MS-345, conhecida como “Estrada do 21”, que vai encurtar em até 40 quilômetros o caminho de Campo Grande a Bonito, seguindo pela cidade de Anastácio.

Outra obra é a integração da Rota Sul-Fronteira, que passa por várias rodovias estaduais (MS-165, MS-384, MS-164), e vai ligar Antônio João a Mundo Novo margeando o Paraguai e passando pelos municípios de Ponta Porã, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Paranhos, Sete Quedas, Japorã e Mundo Novo. Toda a ligação possui cerca de 400 quilômetros.

Habitação e social - Na área de habitação, tem os programas: “Bônus Moradia”, que ajuda o cidadão a financiar a casa própria, pagando a entrada do imóvel, em subsídios de até R$ 25 mil; “Lote Urbanizado”, no qual é cedido o terreno e entrega a base da casa para o futuro morador construir; além do “Minha Casa, Minha Vida”.

Na área social são dois programas, entre eles o “Mais Social”, que repassa R$ 450 por mês a famílias em vulnerabilidade; e o “Energia Social – Conta de Luz Zero”, que o Governo paga a conta de energia das famílias de consumo mensal até 220 kWh.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias