A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 26 de Maio de 2018

06/05/2011 09:06

Inflação em 12 meses fica em 6,51% e supera limite da meta do governo

Isabela Vieira e Kelly Oliveira, da Agência Brasil

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 12 meses ultrapassou o limite superior da meta, segundo dados divulgados hoje (6) pelo Instituto de Geografia e Estatística (IBGE). Em 12 meses encerrados em abril, a taxa chega a 6,51%, 0,21 ponto percentual superior ao índice dos 12 meses imediatamente anteriores.

A meta de inflação para o ano tem como centro 4,5% e limite superior de 6,5%. Apesar de ter passado do teto em 12 meses, a expectativa do mercado financeiro é que a inflação se reduza ao longo do ano e encerre 2011 em 6,37%.

Neste ano, o BC já elevou a taxa básica de juros, Selic, usada como instrumento para controlar a inflação, em 0,50 ponto percentual em janeiro e março, e em 0,25 ponto percentual em abril. Atualmente, a Selic está em 12% ao ano.

Apesar da redução do ritmo de alta da Selic no mês passado, o BC indicou que o processo de elevação deve ser longo. “O Copom [Comitê de Política Monetária do BC] entende, de forma unânime que, diante das incertezas quanto ao grau de persistência das pressões inflacionárias recentes, e da complexidade que envolve hoje o ambiente internacional, o ajuste total da taxa básica de juros deve ser, a partir desta reunião, suficientemente prolongado”, diz a ata do Copom, divulgada em abril

Em abril, o IPCA ficou em 0,77%, uma pequena redução em relação ao mês anterior (0,79%). Em abril de 2010, o índice ficou em 0,57%.

Entre janeiro e abril, a inflação oficial acumula alta de 3,23%. O resultado é 0,58 ponto percentual maior do que o do mesmo período do ano passado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions