A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Junho de 2017

17/05/2017 18:01

Juiz chama ANTT, CCR e OAB para conciliação sobre pedágio na BR-163

Paulo Nonato de Souza
A empresa concessionária CCR MSVia suspendeu as obras na BR-163 desde 12 de abril (Foto: Arquivo)A empresa concessionária CCR MSVia suspendeu as obras na BR-163 desde 12 de abril (Foto: Arquivo)

O juiz federal substituto Ney Gustavo Paes de Andrade, da 2ª Vara Federal, de Campo Grande, anunciou nesta quarta-feira, 17, a convocação de representantes da concessionária CCR MSVia, responsável pela BR-163, da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres e da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil) para uma audiência conciliatória do dia 20 de junho.

A decisão do juiz federal atende solicitação feita pela OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil), em Mato Grosso do Sul, com a ação impetrada no dia 11 deste mês na Justiça Federal em Campo Grande. Na ação, a OAB/MS pediu a retomada das obras de duplicação da rodovia ou suspensão da cobrança de pedágio enquanto as obras estiverem paralisadas.

A concessionária parou as obras no dia 12 de abril. A empresa protocolou pedido de revisão de contrato na ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) com a justificativa de redução de 35% na arrecadação prevista inicialmente, e majoração de juros.

No despacho desta quarta-feira, o juiz também solicitou informações sobre quais medidas a ANTT tomou e se alguma providência foi adotada contra a concessionária CCR MSVia pelo descumprimento contratual.

“A paralisação das obras é um ato que infringe o contrato entre a concessionária e o Governo Federal”, disse Paulo Eugênio Portes, membro da Comissão de Direito Administrativo, nomeado assessor especial da ação pela OAB de Mato Grosso do Sul.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions