ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 24º

Economia

Juro do consignado vai cair para aposentados do INSS

Previdência queria queda a 1,77% ao mês, mas redução vai a 1,80%

Por Maristela Brunetto | 04/12/2023 16:29
Consignados da Previdência: a contra gosto de bancos, juros caem para desconto em folha (Foto: Arquivo/ Henrique Kawaminami)
Consignados da Previdência: a contra gosto de bancos, juros caem para desconto em folha (Foto: Arquivo/ Henrique Kawaminami)

Foi definida nesta segunda-feira nova queda na taxa de juros do crédito consignado do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). A redução é de 1,845 para 1,80% ao mês. A decisão foi adiada para hoje, após reunião do CNPS (Conselho Nacional do Previdência Social)

Para cartão de crédito consignado e o cartão de benefício, a taxa cairá de 2,73% ao mês para 2,67%. A mudança passa a valer após a publicação da normativa pela Previdência. O assunto não foi definido na semana passada porque o Ministério da Previdência Social queria que a queda fosse a 1,77% para o empréstimo e 2,62% para o cartão. Dos integrantes do CNPS, somente o setor bancário foi contra.

O segmento chegou a divulgar nota dizendo que a posição da Previdência prejudicava as instituições, ao “diminuir, de forma artificial e arbitrária, o teto de juros do consignado do INSS, sem levar em conta qualquer critério técnico e a estrutura de custos".

Conforme publicação desta tarde da Folha de São Paulo, o ministro Carlos Lupi tem proposto quedas nas taxas, com a defesa de que devem diminuir todas as vezes que a taxa básica de juros da editoria, a Selic, cair. As instituições financeiras já chegaram até a parar de oferecer crédito como forma de expressar a insatisfação.

O consignado é controlado pela Previdência Social, com juros definidos pelo CNPS. Pelas regras atuais, o comprometimento dos benefícios com pagamentos pode chegar a 45% do benefício com o empréstimo. Desse total, 35% são para o empréstimo pessoal, 5% para o cartão de crédito e 5% para o cartão de benefício, criado em 2022.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias