A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

04/08/2011 10:39

Lei prevê equipe médica em shopping centers de Campo Grande

Marta Ferreira
Planta de novos shoppings em construção terá que incluir posto médico. (Foto: Simão Nogueira)Planta de novos shoppings em construção terá que incluir posto médico. (Foto: Simão Nogueira)

Os shopping centers instalados em Campo Grande terão de oferecer atendimento médico de emergência aos frequentadores, conforme lei promulgada hoje pela Câmara dos Vereadores.

A lei determina a implantação de um posto de atendimento, cuja estrutura vai depender do tamanho do centro comercial. A existência do posto na planta de construção dos empreendimentos será condição para a obtenção de alvará dos novos centros.

Os que já existem têm prazo de 180 dias para se adaptar à determinação.

Nos shoppings menores, a previsão é de equipes com enfermeiro e técnicos em enfermagem. Nos estabelecimentos maiores, deve haver médicos. A quantidade e a especialidade também depende do tamanho do empreendimento.

Nos shoppings maiores, com mais de 27 mil metros quadrados de ABL (Área Bruta Locável), deve haver um cardiologista e um clínico geral. Esse é o caso dos dois centros comerciais de grande porte existentes na cidade, o Campo Grande e o Norte Sul Plaza, que tem mais de 30 mil metros quadrados.

A lei não prevê punição e informa que o Poder Executivo deve editar os atos necessários ao cumprimento da lei.

Prorrogado prazo para usar FGTS em prestações atrasadas de crédito imobiliário
O prazo para os trabalhadores usarem o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para pagar parcelas atrasadas do financiamento habitacional foi p...
Dólar fecha perto de R$ 3,33, maior valor em cinco meses
Num dia de tensões no mercado de câmbio, a moeda norte-americana fechou no maior valor em quase seis meses. O dólar comercial encerrou esta terça-fei...


Realmente acho muito importante essa iniciativa, e apoio tanto nos shoppings como em todos os lugares onde há acumulo de pessoas, como os altos da afonso pena nos finais de semana onde a uma grande circulação de carros e acidentes..
 
Luiz Fernando em 04/08/2011 07:24:31
Vejo como medida extremamente importante e necessária, já que a nossa capital conta quase 1 milhão de habitantes e são areas de grande circulação de pessoas, lembrando que tal medida deveria ser empregada tambem nos estadios de futebol, Aeroportos e demais locais de gande concentraçao e circuação pública, já que infartos, desconfortos e outros males podem ocasionar a quaisquer tempo e a quaisquer hora, o que sempre estrangula o sistema de atendimento de saude e locais de difícil acesso à equipes de socorro.
 
João de Oliveira em 04/08/2011 05:38:31
Como os shoppings têm sempre grande número de pessoas, acho muito relevante esta lei. Já presenciei uma pessoa tendo ataque epilético no Cinemark, e a equipe de socorro do Shopping só ficava disponível até as 22h. Como já eram 22:40, foi preciso aguardar o SAMU, que demorou muito e encontrou dificuldades de acesso ao local para prestar o socorro. Isso demonstra a falta de preparo tanto do cinema quanto do shopping para lidar com estas situações.
 
Gisele Sena Bertolazo em 04/08/2011 04:10:49
Primeiramente, legisladores municipais da capital, vamos aparelhar os postos de saúde. Só então, pensemos nos shopping`s. Afinal, shopping significa centro de compras!
 
Edson f. chaves em 04/08/2011 02:45:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions