A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Maio de 2018

08/12/2010 23:32

Leilão de linhas de transmissão que inclui MS atrai chineses, espanhóis e portugueses

João Humberto

Em julho deste ano a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou edital do leilão de 555 quilômetros de linhas de transmissão e de nove subestações em sete estados, incluindo Mato Grosso do Sul.

A previsão de investimentos para a construção das linhas e subestações é de R$ 785,8 milhões. As obras devem gerar cerca de 4,5 mil empregos diretos.

Hoje a agência divulgou os nomes de 14 empresas e 10 consórcios que foram habilitados a disputar os oito lotes do leilão de empreendimentos de transmissão de energia, marcado para amanhã, às 10h, na Bolsa de Valores de São Paulo.

As empresas habilitadas tiveram até ontem para fazer o cadastro para a disputa que contará com investidores brasileiros, espanhóis, chineses e portugueses.

O comunicado da CEL (Comissão Especial de Licitação), da Aneel, disponibilizou os nomes dos empreendedores habilitados. As 14 empresas são: Abengoa Concessões Brasil, Alupar Investimento, ATP Engenharia, Eletronorte, CME (Construção e Manutenção Eletromecânica), Cobra, Copel Geração e Transmissão, Cteep, Desenvix Energias Renováveis, Elecnor Transmissão de Energia, RS Energia, Isolux, Orteng e Taesa.

As linhas e subestações também serão construídas no Rio Grande do Sul, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso e Pará, com início de operação entre 18 a 24 meses. (Com informações do Valor On Line).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions