A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

26/03/2013 15:03

Licitação de ferrovia que liga Maracaju ao Paraná sai em maio

Carlos Martins

O governo Federal deverá licitar no mês de maio a ligação ferroviária entre Maracaju (MS), Cascavel (Ferroeste) e Engenheiro Bley (Lapa, no Paraná). A informação é do presidente da Empresa de Planejamento e Logística (EPL), Bernardo Figueiredo. As obras a serem feitas integram o Programa de Investimentos em Logísticas para Rodovias e Ferrovias.

Outra licitação que está em estudos e também prevista para maio é a nova ligação ferroviária entre Engenheiro Bley e Paranaguá. “Estamos estudando essa possibilidade, mas existe uma questão sobre qual traçado seria ambientalmente viável que ainda não está plenamente resolvida”, disse Figueiredo. Se esse entrave for resolvido, o presidente da EPL acredita que em maio será feita a licitação.

As novidades serão analisadas pelo Conselho Nacional de Infraestrutura de Transportes (Conit), reativado em março, sob a presidência de Figueiredo. Segundo ele, são propostas complementares ao Programa de Investimentos em Logística para Rodovias e Ferrovias que são consideradas “prioritárias”.

Os projetos do Paraná não tinham sido contemplados no lançamento do Programa em outubro de 2012, que é um extenso programa de investimentos da União no setor de infraestrutura. A ausência paranaense causou reações tanto na área privada quanto no governo do Estado.

Segundo Figueiredo, a concessão estava prevista, mas “não havia sido anunciada no lançamento do programa, por conta da necessidade de negociações com o Governo do Paraná”. O mal-entendido foi esclarecido semanas depois, em novembro, pelo presidente da EPL durante reunião do Fórum Permanente Futuro 10 Paraná, em Curitiba.

“A dificuldade”, segundo Figueiredo, “era a necessidade de um acordo sobre a superposição do nosso traçado com a concessão da Ferroeste. Não podíamos anunciar a concessão de um trecho já concedido, acordo esse que já foi firmado”, afirmou.

A União prevê aporte de R$ 91 bilhões em ferrovias e a concessão de 10 mil quilômetros de ferrovias em 25 anos. Segundo a EPL, atualmente 90% das cargas no país é movimentada por rodovia, devido a deficiência da malha ferroviária, que é centenária.

Agências têm até hoje para se credenciar para receber turistas chineses
Agências de turismo e viagens do Brasil que têm interesse em trabalhar com turistas chineses devem se habilitar junto ao Ministério do Turismo. O pr...
Receita Federal paga R$ 43 milhões no último lote do Imposto de Renda em MS
A Receita Federal paga nesta sexta-feira (15) o último lote do IRPF (Imposto sobre a Renda da Pessoa Física), de 2017, que contempla 30.300 contribui...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions