A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Janeiro de 2019

05/01/2019 12:17

Lojas tentam atrair multidão do centro com até 70% de desconto

Setores que mais concentram movimento são lojas de eletrodomésticos, na esteira da promoção que atraiu filas na liquidação fantástica da rede Magazine Luiza

Izabela Sanchez e Mirian Machado
Movimento na região central de Campo Grande (Foto: Mirian Machado)Movimento na região central de Campo Grande (Foto: Mirian Machado)

Lotada, a região central de Campo Grande registra forte movimento neste sábado (5) e nem a interdição da Rua 14 de Julho, entre a Rua Barão e a Avenida Afonso Pena, prejudicou o fluxo de pessoas. De olho na multidão, lojas oferecem até 70% de desconto na liquidação de fim de ano.

A maioria das pessoas, no entanto, se concentra nas lojas de eletrodomésticos, que tentam oferecer promoções pegando carona da megaliquidação oferecida pela rede Magazine Luíza na sexta-feira (4). Ainda assim, é possível ver sacolas com diversos produtos sendo carregadas.

Funcionário da rede, que não quis ser identificado, declarou – o que pôs fim à esperança de muita gente – que a “liquidação fantástica” só durou na sexta-feira. Neste sábado, explicou, outras promoções são oferecidas em setores como brinquedos, por exemplo.

O “sábado fantástico” oferece pagamento em até 18 parcelas no cartão e a loja na Rua 13 de maio está lotada. Evelin Luana Comisso, 30, é uma das pessoas que ajudam a dar movimento ao local. Em busca de uma piscina, “compra já atrasada”, conforme explicou, ela não sabia das promoções. “Achei barato, ia pagar R$ 189 e comprei por R$ 139, por isso aproveitei o sábado”, comentou.

Fernanda, à direita, com a sogra e a lavadora que não saiu tão barata assim (Foto: Mirian Machado)Fernanda, à direita, com a sogra e a lavadora que não saiu tão barata assim (Foto: Mirian Machado)

A dona de casa Fernanda Regina Nogueira, 37, levou a sogra para aproveitar as liquidações que as duas perderam na sexta-feira. Ela perdeu, contou, uma lavadora de 13 quilos, comercializada por R$ 1199. Hoje teve que se contentar com uma máquina de 11 quilos, que saiu por R$ 1800. “O preço não está bom, mas precisava muito”, afirmou.

Um dos locais com maior desconto, de até 70%, uma loja de roupas oferece até 70 dias para os clientes começarem o pagamento, e parcelas de até dez vezes, fatores que deixaram o local cheio de pessoas na manhã deste sábado.

Em outro estabelecimento de produtos eletroeletrônicos, o gerente Fábio Barbosa explica que a liquidação que começou na quinta-feira (3) acaba neste sábado. O movimento durante os três dias, avalia, foi positivo.

Fábio explica que a liquidação, tradicional, tem o objetivo de vender as coleções antigas, para a chegada de novos produtos. Como exemplo, cita a troca de mostruário da loja. “Está saindo muita televisão e produtos da linha branca, como geladeira e lavadora”, contou.

Jocinei Lopes, 29, tentava fugir da enxurrada de ofertas deste sábado, mas acabou adquirindo umas roupas, em meio ao pagamento de contas, motivo que o levou ao centro.

Já a dona de casa Lurdes Fred, 60, que tenta se aposentar, foi atrás de roupas de cama, mesa e banho em oferta. “Não sabia que estava em promoção, mas achei muita coisa barata”, explicou. Lurdes afirma que sempre se prepara para essa época de liquidações. “Meu filho ainda vai voltar para comprar um edredom. Estou comprando com a ajuda do décimo terceiro dele”, contou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions