A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Maio de 2019

24/04/2019 10:05

Março tem queda na geração de empregos, mas MS fecha mês com saldo positivo

No mês passado, o Estado teve 20.449 contratações e 19.923 demissões; o saldo em 12 meses também foi positivo

Anahi Zurutuza
Faxineira trabalha na limpeza da cozinha de cliente; o setor de serviços foi o que mais contratou em março (Foto: Arquivo)Faxineira trabalha na limpeza da cozinha de cliente; o setor de serviços foi o que mais contratou em março (Foto: Arquivo)

Depois de ter o melhor fevereiro em cinco anos, Mato Grosso do Sul fechou março com resultado positivo na geração de emprego, embora o saldo tenha caído de 3.511 para 526.

No mês passado, o Estado teve 20.449 contratações e 19.923 demissões. O saldo em 12 meses também foi positivo – 2.046.

O setor de serviços foi o que mais contratou em março – 7.287 admissões no mês e saldo de 695, uma vez que 6.592 foram demitidos.

A indústria contratou 3.605 trabalhadores e demitiu 2.980, saldo de 625 novos empregos. As atividades extrativa mineral, serviços industrial de utilidade pública, comércio e agropecuária mais demitiram do que contrataram.

Em Campo Grande, o saldo do mês de março seguiu a tendência nacional e foi negativo – foram 8.191 admissões contra 8.195, menos 4 vagas.

Brasil - O mercado de trabalho formal apresentou no País saldo negativo de 43.196 empregos com carteira assinada em março. Os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) foram divulgados na manhã desta quarta-feira (24), pela Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia. Foram registradas 1.216.177 admissões e 1.304.373 demissões no período.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions