A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

01/04/2009 13:25

Marquinhos rebate planilha apresentada pela Enersul

Redação

O deputado estadual Marquinhos Trad (PMDB), presidente da Comissão de Defesa dos Direitos do Consumidor, ocupou a tribuna nesta manhã para rebater os números da planilha apresentada ontem pela Enersul (Empresa Energética de Mato Grosso do Sul).

Para justificar o pedido de reajuste de 23%, que pode chegar a 32,72%, segundo o parlamentar, a concessionária elevou os valores de alguns itens em até 31.035%.

Para o deputado, a empresa falta com o respeito ao pedir o aumento.

No encontro com os deputados, a concessionária fez três propostas: devolver integralmente o valor cobrado indevidamente em decorrência de erro na revisão tarifária de 2003, o que manteria o valor congelado por mais 12 meses; a devolução de 50%, com aumento de 6%; e a devolução de 80%, com alta de 4%.

Trad utilizou alguns itens para questionar a planilha da Enersul. A maior diferença, de 31.035%, está no valor de encargos de serviço do sistema.

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) prevê R$ 70.503,94 para este item, mas a Enersul propõe R$ 21.951.277,66.

Outra diferença, de 70%, foi constatada na reserva global de reversão. A agência homologou o valor de R$ 14.161,543,00, enquanto a concessionária quer utilizar R$ 24.207.972,00.

Segundo Trad, outra diferença de 19% a mais foi encontrada no montante destinado para a compra de energia em 2009.

A Aneel prevê gasto de R$ 345.592,042,00, enquanto a Enersul está prevendo R$ 418 milhões.

O deputado questionou ainda o valor destinado para o programa de eficiência energética, de R$ 8,8 milhões para R$ 10,5 milhões.

Ele defendeu que, ao invés de usar o dinheiro para a aquisição de geladeira, a empresa o direciona para o combate a fraudes e gambiarras, consideradas perdas não técnicas.

Para o deputado, se o relatório da Enersul for considerado válido, a Aneel estará "brincando com os números" e deve fechar as portas.

A agência anunciou o percentual da correção da tarifa paga pelos 710 mil consumidores no dia 7 deste mês. O aumento ou decréscimo entra em vigor no dia 8.

Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions