A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

23/07/2012 11:00

Mato Grosso do Sul gerou 22.971 postos de trabalho no semestre

Aline dos Santos

Em junho, maioria das vagas foi na Indústria da Transformação e na Agropecuária

Na construção civil, o cenário foi desfavorável. (Foto: Arquivo)Na construção civil, o cenário foi desfavorável. (Foto: Arquivo)

Mato Grosso do Sul criou 22.971 postos de trabalho no primeiro semestre deste ano. Conforme dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgado nesta segunda-feira pelo Ministério do Trabalho, o Estado criou 1.459 empregos com carteira assinada em junho.

A diversificação da economia no Estado é revelada pelos maiores geradores de oportunidades no mês passado. Dos empregos, a maioria das vagas foi na Indústria da Transformação (572 postos) e na Agropecuária (524 postos).

O setor de Serviços aparece na terceira posição, com 381 empregos. No mês de junho, a Construção Civil teve desempenho desfavorável, com menos 127 vagas.

Em junho, Três Lagoas, que recebe gigantes da indústria nas áreas de celulose e fertilizante, liderou o ranking estadual de geração de empregos. Seguida por Naviraí e Dourados.

O resultado do primeiro semestre coloca Mato Grosso do Sul como 16º no quadro nacional de criação de empregos. Com 22.178 admitidos e 20.689 desligados. O número é sem ajuste, ou seja, não incorpora as informações declaradas fora do prazo.

No primeiro semestre, o Brasil criou 1.047.914 novos postos de trabalho formal. Desta forma, a quantidade de trabalhadores com carteira assinada teve uma alta de 2,76% sobre a quantidade registrada em dezembro de 2011.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions