A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Outubro de 2018

29/07/2009 21:17

Mês de julho registra queda de 11% no repasse do FPM

Redação

Como previsto pela CNM (Confederação Nacional de Municípios), o mês de julho registrou queda de 11% no repasse do FPM (Fundo de Participação dos Municípios). Segundo o presidente do CNM, Paulo Ziulkoski, apesar de ser um mês em que o Fundo é bem menor, a queda verificada está acima do estimado.

O percentual indica que a recuperação da economia e o aumento da arrecadação de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) e IR (Imposto de Renda) ainda vai demorar a chegar aos cofres municipais.

Hoje foi creditado nas contas das prefeituras o repasse do 3º decêndio do mês de julho, que é de R$ 805.651.234, em valores já descontados da retenção do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação). Em valores brutos, o montante é de R$ 1.007.064.042.

A queda amena deve fazer com que o governo tenha que buscar mais suplementação orçamentária para repor a perda como prometido na medida provisória 462/09 que instituiu o AFM (Apoio Financeiro aos Municípios).

Com este repasse o mês de julho desse ano somou R$ 3.083.737.763 em valores brutos e ficou 11% menor que o mesmo mês do ano passado, que foi de R$ 3.464.989.234, ou seja, com uma diferença a menor de R$ 381.251.471.

Uma soma dos valores do FPM nos sete primeiros meses deste ano chega ao valor de R$ 27.499.710.851 que é R$ 905.316.778 menor que o mesmo período de 2008. Para o mês que vem, a previsão da STN (Secretaria do Tesouro Nacional) é de que o Fundo bruto seja 31% maior que o desse mês, registrando uma quantia de R$ 4 bilhões.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions