ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUINTA  02    CAMPO GRANDE 25º

Economia

Ministério apresenta estudo e alega que horário de verão não gera economia

Governo avalia que medidas são suficientes para garantir o fornecimento de energia

Por Pedro Peduzzi, da Agência Brasil | 23/10/2021 16:42
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Novo estudo encomendado pelo Ministério de Minas e Energia reitera avaliação anterior de que a adoção de horário de verão não resulta em “economia significativa de energia”, e que as medidas adotadas pelas autoridades do setor são suficientes para garantir o fornecimento de energia.Campo Grande News - Conteúdo de VerdadeCampo Grande News - Conteúdo de Verdade

Em nota, o ministério informa que “considerando análises técnicas devidamente fundamentadas, o MME entende não haver benefício na aplicação do horário de verão e que as medidas tomadas pelo CMSE (Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico) e pela Câmara de Regras Excepcionais para Gestão Hidroenergética têm se mostrado suficientes para garantir o fornecimento de energia elétrica ao Sistema Interligado Nacional de energia elétrica (SIN) na transição do período seco para o período úmido”.

O MME acrescenta que, segundo os novos estudos, a redução observada no horário de maior consumo (entre as 18 e 21h) acaba sendo compensada pelo aumento da demanda em outros períodos do dia, em especial no início da manhã. “Pelas prospecções realizadas pelo ONS, não haveria impacto sobre o atendimento da potência, pois o horário de verão não afeta o consumo no período da tarde, quando se observa a maior demanda do dia”, complementa a nota.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário