A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Outubro de 2018

06/05/2011 23:16

Lobão diz que preço da gasolina não subirá

Vladimir Platonow, da Agência Brasil

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, descartou hoje (6) aumento da gasolina, como chegou a ser cogitado nas últimas semanas, por causa das instabilidades no mercado internacional e também pela redução da oferta de álcool anidro na entressafra da cana-de-açúcar. Lobão também previu que o preço do combustível deverá diminuir, pela queda do preço do barril de petróleo no mercado internacional.

“A decisão no momento é não fazer nenhum reajuste. Hoje mesmo houve uma queda no preço do barril internacional de petróleo. Se já não fazíamos o reajuste com o preço anterior à queda dos 10%, imagine se agora. Nós esperamos que haja, daqui para a frente, uma redução nos preços e uma estabilização”, disse.

O ministro participou no Rio da posse dos integrantes do Fórum de Secretários de Estado para Assuntos de Energia, na sede do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Bicombustíveis (IBP).

Lobão considerou que, com a colheita da cana, não deverá ocorrer a diminuição do percentual de álcool anidro na gasolina, pois a tendência é a diminuição no preço pelas usinas. “Eu espero que não seja necessário, mas se for preciso reduziremos para 22%, para 20%, para 18%”, afirmou.

Perguntado se a Petrobras não estaria abrindo mão de receitas, ao segurar o preço da gasolina nas refinarias, Lobão disse que não. “A Petrobras está deixando de ganhar mais, não está tendo prejuízo.”

Dólar fecha em queda, cotado a R$ 3,71, de olho no cenário eleitoral
O dólar fechou a sexta-feira (19) em queda com o mercado ainda acompanhando o cenário eleitoral. A moeda caiu 0,26%, vendida a R$ 3,7125. Na semana, ...
Preço da gasolina cai 2% nas refinarias a partir de amanhã
A Petrobras anunciou hoje (19), em sua página na internet, que o preço do litro da gasolina ficará 2% mais barato em média nas refinarias de todo o p...
Índice que reajusta aluguel acumula inflação de 10,88% em 12 meses
O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel, subiu 0,97% na segunda prévia de outubro. A taxa é inferior ao 1...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions