ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUINTA  28    CAMPO GRANDE 25º

Economia

Ministro paraguaio visita MS em busca de investimentos no país vizinho

Castiglioni destacou importância da Rota Bioceânica; construção de ponte em Porto Murtinho começa este ano

Por Adriel Mattos | 22/09/2021 17:46
Castiglioni (ao centro) visita o Estado oficialmente pela primeira vez. (Foto: Divulgação/Fiems)
Castiglioni (ao centro) visita o Estado oficialmente pela primeira vez. (Foto: Divulgação/Fiems)

O ministro da Indústria e Comércio do Paraguai, Luis Alberto Castiglioni, está em visita oficial ao Mato Grosso do Sul em busca de investimentos do empresariado local no país vizinho. É a primeira vez que ele visita o Estado.

Castiglioni veio acompanhado de 12 membros do governo paraguaio para participar de um seminário na Casa da Indústria, sede da Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul). Segundo a coordenadora do Centro Internacional de Negócios (CIN), Gracieiry Arruda, o objetivo do encontro é fortalecer os vínculos de integração de cadeias produtivas com empresas sul-mato-grossenses e fomentar o comércio de produtos e serviços paraguaios no mercado local.

“Nosso Estado tem uma localização estratégica. Por ser próximo ao Paraguai, o país vizinho se torna um importante parceiro comercial, e o CIN tem atuado para ajudar as empresas a exportarem e importarem produtos com objetivo de tornar a indústria sul-mato-grossense cada vez mais competitiva”, explicou.

Esse estreitamento de laços vem sendo reforçados com a implantação da Rota de Integração Latino-Americana, mais conhecida como Rota Bioceânica. “Estamos construindo duas pontes entre o Brasil e o Paraguai, uma em Foz do Iguaçu e outra em Porto Murtinho, esta última muito em breve devemos iniciar as obras”, ressaltou o ministro.

Castiglioni afirmou ainda que Paraguai e Mato Grosso do Sul têm muito a ganhar nos negócios. “Já temos relações com Paraná e São Paulo e estamos construindo com Mato Grosso do Sul. Acredito que aqui também será uma relação ganha-ganha, ganha Mato Grosso do Sul e ganha o Paraguai”, completou.

O secretário de estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, disse que o resultado da licitação internacional sairá nesta semana. “Hoje a comissão mista Brasil-Paraguai se reuniu para marcar para sexta-feira (24) para homologarmos o resultado. Deve levar 15 dias para assinar o contrato, então acredito que as obras comecem ainda esse ano”, explicou.

Auxílio - A Fiems tem dois programas para ajudar empresários interessados em investir no país vizinho. No “Indústria sem Fronteiras”, a entidade oferece orientação para transferir o negócio do Estado para o Paraguai. Já o “Fomentar Fronteiras” é voltado para Ponta Porã, a fim de fortalecer o comércio local.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário