A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018

10/08/2018 15:15

MS busca selo para habilitar cidades a financiamentos de até R$ 5 bilhões

Detalhes para acessar recursos do Prodetur + Turismo serão apresentados nesta tarde na sede do Sebrae, em Campo Grande

Humberto Marques e Anahi Gurgel
Evento no Sebrae discute detalhes para liberação de financiamentos na área do turismo. (Foto: Anahi Gurgel)Evento no Sebrae discute detalhes para liberação de financiamentos na área do turismo. (Foto: Anahi Gurgel)

A divulgação do Prodetur + Turismo (uma linha de financiamento para ações no setor turístico das cidades) será direcionada aos municípios de maior vocação quanto a atrativos naturais e de negócios. Abastecida com R$ 5 bilhões em recursos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), ela tem como característica juros mais baixos e prazo mais longo para pagamento.

A apresentação do projeto acontece na tarde desta sexta-feira (10) no auditório do Sebrae-MS (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Mato Grosso do Sul) e trouxe à Capital os ministros Vinicius Lummetz (Turismo) e Carlos Marun (Cidades).

Diretor-presidente da Fundtur (Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul), Bruno Wendling explica que, no primeiro momento, os municípios terão acesso a todos os requisitos do Prodetur + Turismo e da sistemática de financiamento. “Mas é fundamental que ele seja concentrado nas regiões mais reconhecidamente turísticas, tanto pelo potencial natural como de negócios, como Campo Grande, Miranda, Corumbá, Bonito, Três Lagoas, Dourados e Bodoquena”, destacou.

Em um primeiro momento, o Ministério do Turismo via avaliar se a cidade tem condições de contratar o financiamento, por meio de projetos turísticos bem estruturados, para que depois possa “honrar os compromissos”. “É necessário esse plano de turismo, que vai ser avaliado e aprovado no Ministério para, aí sim, conceder o Selo + Turismo, que vai tornar o município apto a acessar linhas de financiamento”.

Projetos – Dentre os projetos que serão colocados sob consulta está a pavimentação de um trecho de 50 quilômetros da BR-419, entre os municípios de Rio Negro e Rio Verde –dessa região, a rodovia se conecta à Aquidauana onde, já asfaltada, ela permite a ligação com Nioaque, Jardim e Porto Murtinho.

“(A linha de financiamento) Será muito importante para Mato Grosso do Sul, que tem muito potencial turístico, porém, pouca estrutura para explorar seu potencial. Esse financiamento do BNDES, que prevê R$ 5 bilhões para todo o país, vai com certeza alavancar ainda mais as potencialidades do Estado, trazendo mais investimentos e gerando mais empregos”, afirmou Marun.

Marun afirma que linha de R$ 5 bilhões pode ajudar no desenvolvimento turístico do Estado. (Foto: Anahi Gurgel)Marun afirma que linha de R$ 5 bilhões pode ajudar no desenvolvimento turístico do Estado. (Foto: Anahi Gurgel)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions