A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 27 de Fevereiro de 2020

17/01/2020 16:46

MS tem melhor resultado na abertura de empresas dos últimos seis anos

Foram mais de 7 mil novos CNPJs em 2019, puxados pelo setor de serviços segundo dados da Junta Comercial

Rosana Siqueira
Simplificação de processos na Jucems ajudou no resultado de atração de novas empresas. (Divulgação)Simplificação de processos na Jucems ajudou no resultado de atração de novas empresas. (Divulgação)

A abertura de empresas avançou 11,4% em 2019, com 7.087 novos empreendimentos no Estado. Com ações visando simplificar os processos, a Jucems (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul) registrou no ano passado, o melhor volume de empresas abertas dos últimos seis anos.
No saldo entre empresas abertas e extintas, em 2019 atingiu o maior ganho líquido dos últimos cinco anos. O resultado é de 3.957 empresas, 27,03% maior que as 3.115 de 2018.

O levantamento da Jucems ainda aponta que o setor de serviços se mantém como o principal segmento econômico, responsável por 62,9% das empresas abertas em 2019. Na sequência vem o comércio com 32,6% e a indústria com 4,35%. Transporte de cargas, restaurantes, comércio de vestuário e construção de edifícios estão entre as principais atividades escolhidas no ano passado.
Entre os municípios, o destaque é para Campo Grande que lidera a abertura de empresas em 2019, respondendo por 42% ou 3.005 novas constituições. Em seguida está Dourados (11,2%), Três Lagoas (4,9%) e Ponta Porã (3,5%).

Liberdade Econômica - Entre as ações que motivaram o resultado estão alterações no âmbito da Rede Sim e da Liberdade Econômica que contribuíram para facilitar os processos de abertura e fechamento de empresas no Estado. De acordo com o presidente Augusto César Ferreira de Castro, entre os principais ganhos estão o registro automático que corresponde a 50% da abertura de empresas, a retirada da taxa para registro de extinção e a dispensa dos procedimentos de alvará para 287 atividades consideradas de baixo risco.

Para o secretário de Estado de Produção, Jaime Verruck, o setor contou com vários avanços no ano passado. "Ums delas foi a lei de Liberdade Econômica atuando na simplificação das juntas comerciais, e em 2020 queremos ampliar a integração de sistemas dos municípios com a Secretaria de Fazenda e a Jucems, assim como já ocorre com Campo Grande. Isso para que a gente consiga consolidar todos os princípios da liberdade econômica, criando um ambiente de negócio de abertura e fechamento de empresas mais favorável”, finaliza.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions