A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 13 de Novembro de 2018

10/01/2018 11:58

MS termina 2017 com metro quadrado da construção civil em R$ 1.060

Valor para erguer um imóvel ficou mais barato entre os dois últimos meses de 2017.

Ricardo Campos Jr.

O custo médio do metro quadrado na construção civil ficou mais barato entre novembro e dezembro em Mato Grosso do Sul. Levando em consideração todos os custos que envolvem o serviço, o preço apurado no último mês do ano passado foi de R$ 1.060,03, o 10º maior em todo o Brasil.

Esses dados fazem parte do Sinapi (Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil), divulgado nesta quarta-feira (10) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

No acumulado de 2017, o estado teve alta de 4,23%, a maior do país, conforme o levantamento.

A nível nacional, o Sinapi aumentou em 0,18% entre novembro e dezembro, ficando 0,30 pontos percentuais abaixo abaixo da taxa do mês anterior. Esta foi a terceira menor registrada em 2017, ficando acima apenas de abril (0,15%) e outubro (0,16%).

No acumulado do ano, construir ficou 3,82% mais caro ao longo dos 12 meses. Apesar do acréscimo, essa variação foi menor do que a registrada no período anterior, quando a alta acumulada foi de 3,82%.

Já o custo do metro quadrado brasileiro fechou dezembro em R$ 1.066,68, dos quais R$ 544,97 são relativos aos materiais e R$ 521,71 à mão de obra.

A parcela dos insumos teve variação de 0,14%, caindo 0,53 pontos percentuais em relação ao mês anterior (0,67%). Já em relação a 2016, a taxa subiu 0,13 pontos percentuais. Já a mão de obra variou 0,22%, ficando próximo do índice de novembro (0,28%).

Segundo o IBGE, a taxa dessa parcela (0,22%) ficou abaixo da registrada em dezembro de 2016 (1,02%), quando foram firmados quatro acordos coletivos em vários estados. Nos resultados acumulados de 2017, os materiais tiveram variação de 2,61%, enquanto a parcela do custo referente aos gastos com mão de obra atingiu 5,17%. Em 2016, a parcela dos materiais fechou em 2,92% e a mão de obra, em 10,89%.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions