A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

23/04/2018 17:50

Na Capital, Dia das Mães terá menos compradores e gasto maior com presentes

Fecomércio espera que vendas e celebrações movimentem R$ 51,16 milhões na Capital; gasto médio com presente é estimado em R$ 130

Humberto Marques
Expectativa é de que o Dia das Mães vai movimentar mais de R$ 50 milhões no comércio de Campo Grande. (Foto: Fernando Antunes)Expectativa é de que o Dia das Mães vai movimentar mais de R$ 50 milhões no comércio de Campo Grande. (Foto: Fernando Antunes)

Os campo-grandenses estão dispostos a gastar mais com presentes e menos nas festas em comemoração ao Dia das Mães deste ano na comparação com 2017. É o que aponta levantamento da Fecomércio-MS (Federação do Comércio de Mato Grosso do Sul) divulgado nesta segunda-feira (23), que mostra o panorama estadual em relação à celebração. O município segue na contramão do Estado e, embora haja previsão de aumento nas vendas devido a gastos mais elevados, a tendência é de se registrarem menos compradores.

Na Capital, a expectativa dos 384 entrevistados entre os dias 9 e 19 de abril é de que as vendas para o Dia das Mães movimentem R$ 51,16 milhões. Do total, R$ 28,72 milhões (56,14%) serão destinados para a compra de presentes. Trata-se de um aumento de 5,49% na comparação com números do ano passado –quando a data movimentou R$ 27,23 milhões.

Já as comemorações devem injetar R$ 22,44 milhões na economia campo-grandense, ou 43,86% do montante esperado para o Dia das Mães.

Mesmo com números revelando evolução nos gastos, a pesquisa indicou uma redução no percentual de pessoas que tendem a ir às compras: de 64,07% no ano passado para 57,25%, 6,82 pontos percentuais a menos. Tal fato levou a uma ressalva de que, em relação às comemorações, “poderá haver queda de 10,34%”, destacou a pesquisa. Isso porque o total de pessoas dispostas a celebrar na data caiu de 58,89% para 45,71%, recuo de 13,17 pontos percentuais.

Em 2017, foram gastos R$ 25,02 milhões com comemorações do Dia das Mães.

“Presente per capita” – Com menos compradores e a indicação de movimentação de recurso maior, a aposta é de gastos maiores para quem desejar comemorar a data.

Os gastos individuais com presentes tendem a ser sensivelmente mais altos, conforme a Fecomércio: de R$ 110 no ano passado, acredita-se que serão gastos R$ 130,08 neste ano, alta de 18,25%. O gasto per capita também deve ser maior com as festividades, subindo de R$ 100,71 para R$ 113,91 –alta de 13,11%.

A alta na movimentação financeira, se confirmada, seria resultado da melhora na intenção de consumo de famílias brasileiras –resultado da recuperação em outros indicadores econômicos em relação a 2017.

Assim como ocorreu no Estado, a perspectiva dos campo-grandenses é de também pagar à vista pelos presentes e celebrações no Dia das Mães. Esta é a forma de pagamento favorita de 78,45% dos entrevistados. A pesquisa apontou, porém, que também houve evolução na preferência pelo uso do cartão de crédito, modalidade admitida por 5,17% dos entrevistados.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions