A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

26/12/2007 15:30

Na fronteira com Paraguai e Bolívia comércio fatura alto

Redação

Passado o Natal, as lojas na fronteira do Brasil com o Paraguai e a Bolívia continuam cheias. Ao contrário dos comerciantes de Campo Grande, em Pedro Juan Cabalero (Paraguai) e Puerto Quijaro (Bolívia) os lojistas comemoram o aumento em 40% nas vendas neste mês. "A gente esperava poucas pessoas hoje, mas a loja está lotada", confirma a gerente de vendas da Casa China, em Pedro Juan Cabalero, Mercedes Winckler. O dia mais movimentado, segundo ela, foi no sábado, com cerca de 6 mil consumidores na loja.

Na Bolívia o momento também é de comemoração. Na fronteira com Corumbá, em Puerto Quijaro, o movimento continua intenso desde a manhã desta quarta-feira. Os lojistas preparam promoções de pós-natal, com descontos para pagamento à vista. "Com isso as vendas devem subir em mais de 50%", diz a gerente de vendas em Puerto Quijaro, Margarida Ramirez.

Os produtos mais procurados nas últimas semanas foram os eletro-eletrônicos e brinquedos, como normalmente ocorre nesta época. Os estoques foram renovados no início do mês, mas os fornecedores tiveram de fazer entregas extras, conta Margarida.

Estradas - Na BR 463, que dá acesso ao Paraguai, o fluxo também continua grande. A Polícia Rodoviária Federal chegou a registrar a passagem de mais de 4 mil veículos na manhã do último sábado. Na BR 262, que liga o Estado à Bolívia, o fluxo é menor, mas também triplicou.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions