A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

26/05/2010 18:14

No 1° dia de feirão, compradores reclamam de propostas

Redação

Teve início hoje a 6ª edição do Feirão Caixa da Casa Própria, em Campo Grande. Ansiosos, alguns clientes já aguardavam antes do início dos trabalhos, mas muita gente saiu do local decepcionada com as propostas das empresas expositoras.

"Já demos uma olhada e muitos pedem entrada de R$ 60 mil", reclama a advogada Ana Cássia Pelegrini Matos, de 29 anos. Ela foi ao feirão com o marido em busca de imóvel que se adeque às necessidades da família. "Temos dinheiro para pagar as prestações, mas a Caixa dificulta muito a entrada", explica.

O gerente comercial João Paulo Mareco, de 26 anos, foi ao evento junto com a noiva em busca de um imóvel, casa ou apartamento, para começarem a vida juntos. Mas, reclamou que não viu no feirão opções mais facilitadas do que as que disponíveis normalmente no mercado.

"Não adianta a pessoa vir aqui pensando que vai sair com a casa comprada, porque é só para conhecer. Pegam seu telefone, você precisa conhecer a planta e o lugar", detalha. Ele procura um imóvel entre R$ 80 e R$ 100 mil, mas disse que não terá pressa na aquisição, com a esperança de que até o final deste ano consiga um bom negócio.

Para o funcionário público Edir Soken, de 40 anos, a aquisição de um novo imóvel também não será feita às pressas. Ele possui uma casa própria na Vila Planalto, mas pretende comprar um imóvel mais próximo do Parque dos Poderes e por isso resolveu ir ao feirão verificar as possibilidades.

"Como não tenho dinheiro para comprar a casa à vista tenho que procurar as melhores opções de financiamento", afirma.

Apesar de ainda não ter encontrado boas opções para a compra de seu imóvel, a costureira Tereza Leiria, de 53 anos, não perdeu a esperança de conseguir uma casa para morar com o marido. Atualmente, o casal vive com a filha e dois netos. "Meu marido é aposentado e está trabalhando agora. Quem sabe a gente consegue", aposta.

Vendas - Apesar das queixas dos compradores, a supervisora de marketing de uma das expositoras, Valesca Nantes, de 25 anos, garante que nos primeiros 40 minutos de feirão a empresa comercializou sete imóveis.

Ela explica que o sucesso de vendas ocorreu por conta de uma promoção preparada especialmente para o evento, pela qual os primeiros 50 clientes ganham um jogo de eletrodomésticos. "Nossa expectativa para o evento é a melhor possível", afirma.

O Feirão da Caixa dura quatro dias, conta com 53 estandes e imóveis cujo valor varia de R$ 50 mil a R$ 1 milhão. Há propostas pelo programa 'Minha Casa, Minha Vida', do Governo Federal, que oferece subsídios de até R$ 17 mil para famílias de baixa renda na compra da casa própria.

Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions