A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Janeiro de 2019

12/12/2018 11:53

Nos atacarejos, nozes têm maior diferença de preço de produtos da ceia

Diferença chega a ser de 35% em mercados diferentes; maior parte dos produtos têm valores semelhantes

Bruna Kaspary
Nozes e castanhas tiveram a maior variação de preço (Foto: Bruna Kaspary)Nozes e castanhas tiveram a maior variação de preço (Foto: Bruna Kaspary)

Às vésperas do Natal, a equipe do Campo Grande News esteve nas principais redes de atacarejo da Capital para pesquisar os valores de alguns produtos consumidos nessa época. Dentre os itens avaliados, as nozes foram os que tiveram a maior variação de preço, sendo encontradas de R$ 89,00 a R$139,90 o quilo.

Durante a pesquisa dessa quarta-feira (12) foram consultados os valores de seis dos principais itens consumidos durante a época, são eles os panetones, com frutas e com chocolate, peru, Chester, Tender, uva passa e castanhas, tanto do Pará quanto nozes.

No geral, a maioria dos produtos não tinham preços muito diferentes, nem em relação a marcas, nem entre os supermercados, com excessão do panetone Bauducco, com gostas de chocolate, que no Fort atacadista estava sendo vendido por R$25,50, enquanto o com frutas era R$ 17,90. Nas demais lojas, esses produtos tinham sempre o mesmo valor.

Mas a principal diferença esteve a cargo das nozes, que o valor variou até 35%. A forma como está sendo vendida a também muda de acordo com o supermercado, no Assaí ela é vendida em embalagens pré-pesadas, diferente do apresentado no Atacadão e Fort, que são pacotes vedados definidos pela marca dos produtos.

O Tender das marcas Seara e Pergidão são os únicos produtos que têm o mesmo preço nos atacarejos, de R$ 34,98 o quilo, sendo que no Assaí a segunda marca não foi encontrada e o outro que tinha o valor mais próximo era o Aurora, sendo R$ 29,80 o quilo.

Confira na íntegra todos os produtos pesquisados:

(Arte: Ricardo Gael)(Arte: Ricardo Gael)
Após reclamações, Energisa atribui aumento na conta a calorão e férias escolares
Diante de reclamações de clientes sobre aumento na conta de energia, a Energisa esclarece que as altas temperaturas registradas em Mato Grosso do Sul...
Dólar sobe pelo 4º dia seguido e fecha cotado a R$ 3,75
O dólar comercial fechou a sexta-feira (18) em alta de 0,22%, cotado a R$ 3,756 para venda. Este é o 4º avanço consecutivo e o maior valor de fechame...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions