A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

01/11/2012 14:49

Nove estados, incluindo MS, pedem tributação menor para saneamento

Mariana Lopes

Com o objetivo de direcionar o recurso recolhido do PIS/Cofins para a ampliação dos serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário em todo o território nacional, nove governadores do Brasil encaminharam ofício, por meio da Aesbe (Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento), à presidente Dilma Rousseff, nesta quarta-feira (31).

Entre os estados estão Mato Grosso do Sul, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraíba, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina e Tocantins, e do Distrito Federal. Os demais governadores, cujos estados têm seus serviços prestados por uma companhia estadual, ainda analisam os documentos.

O ofício foi também para a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Helena Hoffmann, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, o ministro das Cidades, Aguinaldo Velloso Borges Ribeiro, e para o secretário nacional de saneamento ambiental, Osvaldo Garcia.

De acordo com a Aesbe, a discussão com o Governo Federal sobre a necessidade de rever esse procedimento ocorre desde 2003, quando a legislação que dispõe sobre o PIS/Cofins aumentou em 100% a cobrança dos tributos para o saneamento.

Neste mesmo ano, a Aesbe enviou à Casa Civil um documento tratando sobre a preocupação das empresas em relação ao aumento excessivo desse tributo e as consequências na redução dos investimentos ao saneamento.

“Já é longa a estrada percorrida pela Aesbe com a finalidade de desonerar o setor. A entrega do pedido dos governadores representa um reforço na cobrança de uma das promessas de campanha da presidente Dilma Rousseff, que é exatamente a desoneração do PIS/Cofins”, comentou o presidente da Aesbe e da Sanesul, José Carlos Barbosa.

Para o presidente da Aesbe, o pleito é uma bandeira defendida pelo setor de saneamento há muito tempo, como meio de auxiliar na antecipação da universalização do acesso aos serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário.

“E acima de tudo, a Aesbe reconhece que promover o saneamento básico em todos os lares brasileiros também é um desejo da presidente Dilma Rousseff, pois ela sabe de todos os benefícios que esses serviços trazem ao povo”, considerou Barbosa.

Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions