A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Junho de 2018

04/01/2013 18:38

Observar etiqueta ao comprar eletrodoméstico pode trazer economia

Aline Leal, da Agência Brasil

Ficar atento à etiqueta do Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE), que fornece informações sobre o desempenho dos produtos, considerando critérios como eficiência energética e ruído entre outros, pode fazer a diferença na conta de luz. A classificação dos produtos vai de A (mais eficiente) a E (menos eficiente).

Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), que coordena o PBE, destaca que em uma casa de dois quartos com refrigerador, três ventiladores de mesa, um aparelho de ar-condicionado e pontos de luz em todos os cômodos, a economia anual pode passar de R$ 700, caso sejam usados equipamentos mais econômicos, que trazem na etiqueta a classificação A.

Outra maneira de economizar n consumo de energia é trocar lâmpadas incandescentes por fluorecentes. A primeira tem o preço menor, mas dura menos. A fluorescente, de acordo com o Inmetro, é quatro vezes mais econômica e duração de oito a dez vezes mais. Apenas com a troca, a economia anual pode chegar a R$ 230, em um apartamento de dois quartos.

O instituto também orienta a substituição de geladeiras com mais de dez anos de uso, quando ela começa a perder a eficiência no consumo de energia. Segundo o Inmetro, uma geladeira nova, de 300 litros de capacidade, classificada como A, pode economizar cerca de R$ 100 anualmente, na comparação com uma de eficiência E.

O Inmetro ainda alerta que um aparelho de ar-condicionado de 9 mil BTUs classificado como A pode economizar R$ 176 por ano na comparação com outro de etiqueta E.

Air France – KLM investe em mudanças para continuar crescendo no Brasil
A companhia aérea Air France-KLM continua com o trabalho de expansão em território brasileiro. Criando força no nordeste, principalmente depois do la...
Influenciado por disputa comercial, dólar abre em alta de 0,96%
O dólar abriu hoje (19) em alta de 0,96%, cotado a R$ 3,7758, às 10h, influenciado por novas notícias da disputa comercial entre os Estados Unidos e ...
IGP-M acumula inflação de 6,8% em 12 meses na prévia de junho
O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), usado no reajuste dos contratos de aluguel, registrou inflação de 1,75% na segunda prévia de junho. Segun...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions