A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 22 de Novembro de 2018

31/10/2018 08:54

Preço da conta de luz cai em novembro devido às chuvas em MS

Outra situação é a troca de bandeira do vermelho II, que adiciona R$ 5 a cada 100 kwh, para a amarela, que acrescenta R$ 1

Danielle Valentim
Concen ressalta a economia com o ar-condicionado pela manhã, mas alerta para uso racional no período da tarde. (Foto; Saul Schramm/Arquivo/CGNews)Concen ressalta a economia com o ar-condicionado pela manhã, mas alerta para uso racional no período da tarde. (Foto; Saul Schramm/Arquivo/CGNews)

A população de Mato Grosso do Sul perceberá um custo adcional menor na conta de luz de novembro devido as chuvas dos últimos meses e a troca de bandeira tarifária, que estava no maior patamar, o vermelho 2, que adiciona R$ 5 a cada 100 kwh consumidos, para a amarela, que acrescenta R$ 1.

A presidente do Concen (Conselho dos Consumidores da Área de Concessão da Energisa-MS), Rosimeire Costa, pontua que o prognóstico era de que até dezembro a troca de bandeira não ocorresse.

“Mas é possível agora que persista até o fim do ano e isso decorre das chuvas que estão mais fortes e isso acaba equilibrando os subsistema. Porém, conversamos com especialistas e o sistema hidrológico ainda é desfavorável, inclusive para as prospecções relacionadas ao plantio das culturas de verão, por isso não devemos encerrar o ano com a bandeira verde”, acredita a presidente.

Outra alteração importante é a entrada do horário de verão no domingo, 4 de novembro, em que os relógios devem ser adiantados em uma hora nos estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Rosemeire ressalta a economia com o ar-condicionado pela manhã, mas alerta para uso racional no período da tarde.

“O horário de verão é uma experiência importante para todos nós, porque nas primeiras horas do dia, com a temperatura mais amena, podemos desligar o ar condicionado, além de promover o melhor aproveitamento da luminosidade natural. Em compensação, temos uma explosão de consumo na parte da tarde e pedimos uso mais racional do ar condicionado em conjunto com outros aparelhos que ajudam a atenuar o calor, como umidificadores, especialmente porque este ano deve ser mais quente, chegando a 35ºC na Capital e 40ºC em cidades do interior da região do Pantanal”, alerta Rosimeire.

Conta de luz terá bandeira tarifária amarela em novembro
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou hoje (26) que a bandeira tarifária que será aplicada nas contas de luz em novembro será amare...
Conta de luz subirá até 3,86% com reajuste de receita de hidrelétricas
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou hoje (17) reajuste de 45,52% na receita anual de geração de 69 usinas hidrelétricas que atuam ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions